Nvídia desvenda novos produtos, entre eles CPU’s com melhor desempenho

cpuA apresentou esta terça-feira, 19, numa conferência na Califórnia, a próxima geração CPU’s: dois chips vão ter arquitetura Maxwell e serão lançados já no próximo ano; em 2015 vão surgir também novos modelos com a tecnologia Volta.

Melhor desempenho gráfico, maior largura de banda no acesso à informações e menor consumo de energia são os três grandes alicerces dos próximos processadores gráficos da Nvídia.

A arquitetura Maxwell deve trazer memória virtual unificada — garantindo que todos os componentes possam aceder aos dados- recurso que será aproveitado pela tecnologia Volta para melhorar o consumo de energia. Além de trabalhar na unificação da memória, a NVIDIA procura ampliar a largura de banda dos componentes para possibilitar a execução de tarefas mais complexas com o uso de um único GPU.

A arquitetura Maxwell estará presente no próximo processador Tegra para dispositivos móveis. O chip usará a tecnologia de transistores 3D, que aumentará o desempenho dos aparelhos, ao mesmo tempo que preserva a autonomia de bateria. Os chips vão, ser assim, baseados nas técnicas de fabrico mais inovadoras, desenvolvidas para impulsionar o desempenho gráfico e aplicações em smartphones e tablets.

O CEO da empresa Jen-Hsun Huang, revelou que a Nvídia arranjou uma uma alternativa para permitir o acesso direto na vertical a múltiplos dados, o que resultou numa largura de banda de 1 TB/s. Um GPU com esta capacidade equivale a cinco processadores gráficos da PlayStation 4.nvídia conference

Já a tecnologia Volta originará um GPU’s “ainda mais eficiente no uso de energia”, garantiu Huang. Os chips serão menores devido à implementação de um novo design.

O computador mais rápido do mundo

No evento anual promovido pela empresa foi também apresentado o computador Kayla, segundo os seus mentores, o “computador mais rápido do mundo baseado na arquitetura ARM ”.

Segundo Huang Kayla é capaz de fazer “ray tracing” (técnica de computação gráfica que produz imagens 3D muito realistas, mas consome muito tempo e poder de processamento) em tempo real, e suporta tecnologias como CUDA 5, OpenGL e PhysX, para simulação de física.

A CPU Technology Conference que decorru em San Francisco, Califórnia, contou ainda com workshops, que permitiram o contacto direto entre público e engenheiros da empresa e também com as mais recentes novidades de projetos como Shield, Tegra, GRID e GeForce. Esta é a quarta edição do certame, que é considerado um dos mais importantes do mundo no segmento dos GPUs.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here