Número total de APPS na App Store diminuiu pela primeira vez em 2017

Red Magic 5G

A Apple Store foi lançada pela primeira há cerca de 9 anos e, até agora, milhões de aplicações já foram descarregadas milhares de vezes. Para melhorar a experiência do utilizador, a gigante tecnológica aproveitou para renovar a sua estratégia e incluiu recomendações, listas de apps cuidadosamente pensadas para si, histórias imperdíveis, conselhos práticos e formas de encontrar a sua próxima aplicação. Com os separados, agora tornou-se mais simples encontrar aquelas aplicações ou jogos que se tornaram parte fulcral na sua vida.

Segundo a empresa de investigação Appfigures, pela primeira vez na história do mercado móvel, o número total de aplicações disponíveis na App Store diminui no ano 2017. As aplicações do sistema iOS na App Store diminuíram para 2,1 milhões ao longo de 2017 e, após o início do ano para 2,2 milhões. Esta diminuição poderá estar relacionada com a decisão da Apple começar a eliminar aplicações antigas que não eram compatíveis com iPhones ou que não obedeciam às diretrizes de revisão mais recentes durante o ano 2016. Aliás, as aplicações que não foram criadas na arquitetura de 64 bits foram removidas.

Para acrescentar ao lote desse software móvel morto, a Apple também optou pela eliminação de aplicações relacionadas com vírus, aplicações que eram clones de outras aplicações e aplicações de baixa qualidade que estavam constantemente a bloquear os iPhones ou iPads. Simultaneamente, os programadores dedicados ao sistema iOS também deixaram de introduzir novas aplicações para iOS em 2017.

Por outro lado, a Google Play ultrapassou a App Store da Apple desde 2012, mas em 2017 marcou maior diferença entre as duas plataformas. A Google Play ultrapassou a marca de 1,5 milhões em novos lançamentos de aplicações, enquanto a Apple oscilou em 755 mil aplicações lançadas em 2017. A empresa Appfigures afirmou que esta situação ocorreu em parte, porque muitos programadores lançaram versões Android das suas aplicações iOS. Mas, os dados mostram que o sistema iOS continua sendo a plataforma preferida dos consumidores.

Fonte:The Verge

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here