Nokia a recuperar terreno no mercado dos telefones

Se a lógica de “o caminho faz-se caminhando” for verdadeira, então os responsáveis da Nokia têm sérios motivos para estar satisfeitos. É que os resultados mais recentes apurados pela companhia, que remetem para o último trimestre de 2017, revelam que a divisão de telefones da HMD representa já 1% do mercado mundial destes equipamentos.

O que nem é mau de todo, considerando que o mercado está dominado por verdadeiros tubarões que não passaram pelos reveses que a Nokia ultrapassou nos últimos anos. Segundo a revista Forbes, os dados agora apurados revelam que a empresa conseguiu um crescimento surpreendente, indo de apenas 100 mil unidades vendidas no primeiro trimestre de 2017 para 4,15 milhões no quarto trimestre. No total do ano, foram 8,45 milhões de smartphones vendidos.

Chegaram ao mercado no início de 2017 e desde então a sua expansão global tem sido invejável, apoiando-se sempre na China, o maior mercado mundial de dispositivos móveis. Basta recordar, por exemplo, que a renovada versão do Nokia 3310 com suporte para rede 4G foi lançada…na China.

Estando longe de players como Apple, Samsung ou Huawei, a Nokia tem sérios motivos para se mostrar satisfeita com as suas prestações.

Veja também...

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
  Subscrever  
Notificar de