Nokia Humanform, o futuro nas mãos

A Nokia apresentou um novo conceito de telemóvel que se destaca pela interacção com o utilizador. O Nokia Humanform mostra como podem ser os dispositivos móveis no futuro.

O conceito revolucionário começa logo na forma pouco normal que o smartphone apresenta. O formato de lágrima dobrável parece ser aquele que melhor se adapta à interacção com o homem segundo o conceito desenhado pelo Centro de Investigação da Nokia. A flexibilidade do telemóvel é outra característica que a empresa filandesa está decidida em apostar, depois de ter apresentado o smartphone com interface que responde à flexibilidade do telemóvel, o Nokia Kinect.

No Humanform são apresentadas algumas características semelhantes às do Kinect, como torcer para navegar em menus ou dobrar para a frente e para trás para fazer zoom nas fotografias. O novo concept phone da marca filandesa tem ainda todo o corpo do telemóvel sensível ao toque, um conceito que privilegia uma interacção mais natural com o dispositivo. O nome Humanform vem da capacidade que o smartphone tem em se adaptar às necessidades de cada um.

No vídeo revelado que mostra como funciona o telemóvel e que reproduzimos mais abaixo, é possível saber que o dispositivo funciona à base de nanotecnologia, num ecrã que além de flexível é transparente. Outro passo na direcção do futuro é dado quando apresentam a funcionalidade de tacto eléctrico, que permite sentir a textura das imagens. O Humanform é ainda capaz de reconhecer o estado de espírito das pessoas analisando a cara do utilizador.

“Parece uma criatura que atingiu o próximo passo na cadeia de evolução” é a descrição que a Nokia faz numa das suas páginas oficiais. O telemóvel é apresentado em formato de história contando o «choque» que um engenheiro sentiu quando teve o protótipo do Humanform nas suas mãos. “Parece ficção cientifica não parece? Pois, isso é porque é” remata o engenheiro Trevor.

O novo conceito de telefone foi apresentado durante esta semana, na mesma altura em que o Centro de Investigação da Nokia comemora 25 anos. Para as próximas semanas foram prometidas mais novidades futuristas.

Mas olhando para o conceito do Nokia Humanform alguns aspectos do telemóvel deixam algumas dúvidas. Primeiro o estranho formato que o smartphone apresenta, e que está completamente fora dos designs dos dispositivos móveis actuais. E numa altura em que tanto se valoriza o consumo multimédia e de entretenimento nos telemóveis, o Humanform não parece a melhor ferramenta se ver um episódio de uma série ou abater uns porcos em Angry Birds.

Quem sabe se no futuro também essas experiências estarão completamente revolucionadas.

httpv://www.youtube.com/watch?v=SegLUbBJDhA&feature=player_embedded

Veja também...

Deixe o seu comentário