No Reino Unido trabalha-se num ´novo Tuk-Tuk´ elétrico, com materiais leves

O conceito pesa apenas 480 kgs, sem baterias, e faz uso de um novo polímero termoplástico à base de juta que foi desenvolvido pela ´Coventive Composites´. “Esta é uma versão moderna inspirada no lendário Tuk-Tuk, que tem sido tão bem sucedido a mobilizar milhões de pessoas na Índia, Sudeste Asiático e América do Sul. “Se conseguirmos criar uma alternativa de emissões mais leve, segura e que compita em custos e utilidade, então teremos feito o trabalho”, disse o diretor de engenharia da D2H, Matthew Hicks.

E é assim que uma empresa de engenharia avançada no Reino Unido desenhou o que diz ser um equivalente moderno para o famoso ‘Tuk-Tuk’, o veículo de três rodas amplamente utilizado em parte da Ásia e África como um veículo de táxi e comercial. A D2H está a liderar um consórcio financiado pelo esquema IDP15 da ´Innovate UK´ que visa acelerar a transição para veículos de emissões zero no Reino Unido e a nível global.

“Este material tem muitas vantagens – a juta está prontamente disponível nos mercados-alvo e é simultaneamente leve e relativamente forte”, disse Hicks. “Quando comparados com alternativas metálicas, os termoplásticos reforçados em fibra reduziram os tempos de fabrico e os requisitos energéticos e permitem moldar altos níveis de detalhe, pelo que normalmente exigem menos processamento pós-processamento. Era um material que queríamos incorporar no nosso projeto.”

O design vai ao encontro da classificação L7E Heavy Quadricycle DA UE, e utiliza componentes de suspensão, travões e direção de um chassis de produção atual, com tração dianteira de um motor dianteiro e baterias armazenadas na parte traseira – esta máquina é um veículo de quatro rodas diferente do Tuk-Tuk mais tradicional.

“Muitos projetos de veículos elétricos têm como alvo conceitos de chassis de alto desempenho e de alto valor”.”Embora estes sejam grandes projetos de engenharia, identificamos a necessidade de um veículo utilitário de custos zero de baixo custo, zero emissões, que pode ser adaptado a diferentes configurações e oferece um potencial muito maior.

“Tendo assegurado a Coventive Composites e warwick Manufacturing Group (WMG) como parceiros, juntamente com a assistência financeira da Innovate UK, realizámos um estudo detalhado de design para criar um novo chassis que pode ser construído localmente para o mercado a que se destina, incorporando materiais e processos de fabrico simples de utilizar, abundantes no mercado e atenciosos com as questões ambientais, proporcionando aos consumidores a opção de um veículo acessível, a energia elétrica.”

Fonte: Motor1

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here