Ninguém quer pagar para ver o YouTube Red

youtube-red

Com mais de mil milhões de utilizadores ativos, o YouTube pensou há alguns meses que a abertura de uma modalidade paga traria alguns lucros à empresa. A aposta não foi totalmente perdida, mas o recente YouTube Red, que entre outras coisas elimina a publicidade dos vídeos, continua a mostrar sinais demasiado óbvios de progressão no mercado.

O nascimento do YouTube Red há um ano aconteceu com o objetivo de concorrer no mercado com os serviços de streaming populares oferecidos pela Netflix ou Hulu. O YouTube Red tem apenas 1,5 milhões de utilizadores que pagam a mensalidade e outro milhão que está a beneficiar do período de experimentação promocional.

Este serviço está disponível em mercados como Estados Unidos, México, Austrália e Nova Zelândia. A mensalidade é de 10 dólares.

Esta dificuldade também já foi sentida pelo Spotify, que foi obrigado a inovar com o plano familiar e oferecer alguns descontos para conseguir expandir a sua quota de implementação no mercado. Ou seja, o novo YouTube Red necessitará de inovar no seu modelo de comercialização para conseguir firmar-se no mercado dos conteúdos vídeo da Internet.

Fonte: The Verge

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here