Netflix em problemas? Acumula mais 2 mil milhões de dólares em dívida

A Netflix anunciou o seu terceiro acumular de divida em apenas um ano na segunda-feira. Desta vez, serão 2 mil milhões de dólares com o objectivo de investir fortemente em conteúdo original num contexto em que a competição é cada vez mais feroz.

Se, por um lado, a Netflix continua a ter um número de subscritores grande e uma marca que se tornou icónica; por outro, o lado financeiro da empresa tem vindo a demonstrar algumas fragilidades devido à emergência de serviços rivais.

Crédito de risco?

Após o anúncio desta acumulação de divida, as acções da empresa desceram, mas não foi uma queda brusca. Porém, há analistas que fazem a previsões nada animadoras para a Netflix devido ao risco que estas dívidas representam.

Num espaço de um ano, é a terceira vez que a Netflix acumula divida de forma muito considerável. Em Outubro do ano passado, a empresa aumentou a sua divida em 1.6 mil milhões. Em Abril de 2018, houve um aumento de 1.5 mil milhões. Agora, são 2 mil milhões de dólares em empréstimos. Estes três movimentos perfazem um total de cerca de 5 mil milhões de dólares em apenas um ano.

A empresa afirma que esta divida não coloca em causa a solidez financeira da empresa e que planeia investir 9 mil milhões de dólares em conteúdo original só em 2018. Uma aposta forte num mercado de streaming que conta cada vez com mais opções e concorrentes.

Em quanto se encontra a divida da Netflix?

A Netflix, a 30 de Setembro de 2018, tinha uma divida de 11.83 mil milhões de dólares. Entretanto, e após este novo subir do tecto, esta dívida deverá ser agora maior.

Apenas o futuro dirá se este forte investimento em conteúdo original surtirá o efeito desejado: atrair mais clientes para a plataforma e ganhar espaço no mercado contra os serviços concorrentes.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here