Neil Druckmann — o diretor criativo de The Last of Us 2 — fala sobre o desenvolvimento em PS5

Red Magic 6S

Muitas têm sido as dúvidas face ao verdadeiro poder da nova geração de consolas. Se por um lado, alguns apontam para a Xbox Series X como a solução mais forte da nova geração, outros olham com bons olhos para o desempenho da PlayStation 5 — muito graças ao poder de transferência de dados do SSD.

Certamente que nos lembramos do comunicado da Epic Games face ao trailer divulgado do novo Unreal Engine 5 a correr na PlayStation 5 — que tanto mexeu com a opinião da comunidade nas redes sociais. Aquando desse anúncio foram realçadas as potencialidades do hardware para rápida troca de dados (para carregamento ou transferência de dados, nomeadamente em jogos de mundo aberto).

Neil Druckmann, vice-presidente e diretor criativo de The Last of Us 2, falou recentemente sobre o desenvolvimento de videojogos para a nova plataforma, neste caso, a PlayStation 5, onde mais uma vez, relembrou que o armazenamento interno é um dos recursos mais importantes e emocionantes para o futuro.

Durante a entrevista no podcast, Neil Druckmann, referiu alguns detalhes sobre o novo título da série The Last of Us, pelo que deve ter cuidado sobre possíveis spoilers, se pretender ouvir a entrevista. Contudo, uma das coisas que foi referida durante a conversa foi as potencialidades que se levantam com a nova geração.

“É engraçado que, no final de uma geração, nós sentimos frequentemente as restrições”, afirmou Druckmann. “É uma sensação de aprisionamento, como se estive a ser empurrado contra diversas paredes, onde procura, pequenas falhas a serem aproveitadas para levar o jogo outro nível, seja em termos da memória, do processador ou mesmo a velocidade do disco rígido”.

Confira também a nossa análise e avaliação de The Last of Us: Parte II

“The Last of Us II como fica conhecido, permite uma abordagem ao cenário pós-apocalíptico da proliferação de uma doença fúngica que afeta o ser humano transformando-o num morto-vivo. Dada a forte concentração e descontrolo da doença, a humanidade tem perdido a esperança no encontro de uma cura, que se tem mostrado distante”.

Ainda durante a entrevista, Harold Goldberg, jornalista perguntou o que Neil Druckmann estaria a achar do desenvolvimento em futuros títulos de ação e aventura, onde o produtor e responsável da Naughty Dog refere que apesar da liberdade que lhe é permitida pela nova geração, isto constitui um pau de dois bicos pois, por um lado, existe a dificuldade em adaptar e criar novas ferramentas para a nova geração, existe a motivação face às novas potencialidades.

É a partir desta informação que consolidamos uma opinião já antiga de muitos produtores entre a comunidade, que afirmam que a verdadeira otimização dos videojogos só acontece nas consolas no fim do ciclo de vida de determinada consola, pois é neste momento que as equipas de desenvolvimento já conhecem suficientemente bem a arquitetura e todas “as manhas que podem apresentar” a fim de desenvolver o melhor possível o jogo.

Neil acrescenta que “[…] uma das coisas pelas quais estamos empolgados é pela nova geração de discos de armazenamento SSD e o que isso possa significar em termos de carregamento quase contínuo [de dados]. O trabalho é imenso, para que, assim que iniciar a sua aventura [dentro de jogo], nunca chegue a ver tempos de espera para carregamento (tela de carregamento). Existe muito trabalho de bastidores, especialmente para projetarmos os diversos níveis e de que forma os objetos, mapas e personagens aparecem para o jogador. Os jogadores nunca chegam a ver este trabalho, mas agora, a equipa de desenvolvimento já não tem esse tipo de preocupações (em relação à quantidade de coisas) quanto ao que aparece no cenário. Então, estou animado para ver que portas se abrirão para nós”.

Por agora, resta-nos aguardar pelas consolas de nova geração sairem no mercado para efetivamente termos uma noção bastante maior das dimensões e a que nível chegamos com a nova geração. Neil Druckmann aproveitou para garantir que a equipa da Naughty Dog não se encontra neste momento a desenvolver nenhum novo jogo, mas numa pausa, após o lançamento de The Last of Us II.

Fonte GamesRadar

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here