Negócios entre os EUA e a Huawei irão recomeçar no próximo mês

De acordo com um funcionário dos EUA, que optou por permanecer anónimo, o governo americano está pronto para aprovar as licenças para as empresas norte-americanas que querem continuar a negociar com a fabricante chinesa Huawei. A fonte confirmou à Reuters que o processo de aprovação pode demorar de duas a quatro semanas, o que significa que estas poderão ser os primeiros sinais de facilitação À Huawei desde que foi colocada na lista Negra de segurança nacional.

Este resultado vem depois que o presidente Trump anunciou que as empresas dos EUA poderão continuar com os seus negócios comerciais com a Huawei, após uma reunião à margem do G-20 em junho, com o homólogo chinês.

Seguiram-se as notícias da semana passada de que o Departamento de Comércio dos EUA começaria a emitir licenças especiais para empresas americanas que querem negociar com a gigante chinesa de tecnologia, no entanto, até agora, não tinha havido novos sinais por parte das instituições norte-americanas de quando a Huawei voltaria a poder negociar com as empresas dos EUA. Parece que, finalmente, começa a haver luz ao final do túnel.

Embora ainda não haja muitos detalhes sobre o que irá acontecer, havia uma garantia necessária de que os negócios não colocassem a segurança nacional dos EUA em risco.

À medida que avançamos para o segundo semestre de 2019, parece que estamos no caminho certo para ver uma resolução para os problemas da Huawei.

Por parte da Huawei, a empresa pretende que o governo americano retire a empresa da lista Negra, em vez serem passadas licenças temporárias. Segundo a empresa chinesa, não há qualquer evidência concreta que tenha mostrado que os produtos da Huawei constituem qualquer tipo de ameaça à segurança dos EUA e, por esse motivo, não deverão estar presente nessa lista negra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here