Napster: serviço de música digital já chegou a Portugal

NapsterO Napster foi lançado esta terça-feira, 4, em Portugal. O serviço de streaming de música oferece 20 milhões de canções por 9,95 euros mensais, após 30 dias gratuitos de música. 

O Napster oferece também dicas, sessões ao vivo e entrevistas exclusivas com artistas, e está disponível para iPhone, iPad, iPod Touch e smartphones e tablets Android.

O lançamento em Portugal faz parte de uma estratégia de expansão que abrange outros 13 países europeus que, além de Reino Unido e Alemanha (os únicos da Europa que possuíam o serviço), passam a poder contar com esta opção no mercado da música.

No nosso país, o Napster terá pela frente dois concorrentes com raízes já estabelecidas e com preços mais atrativos: o Spotify que se estreou no início do ano, fornece gratuitamente o serviço a quem não se incomoda de assistir, intercaladamente, a publicidade ou cobra entre 3,49 e 6,99 euros mensais; já no Music Box, da PT, os preços variam consoante o tipo de cliente, podendo chegar aos 6,99 euros.

Criado em 1999, o Napster surgiu inicialmente como um programa de partilha de arquivos em rede P2P. Dois anos depois não resistiu a uma série de ações legais, que o acusavam de promover a pirataria e possibilitar a troca de arquivos de áudio protegidos por direitos de autor, acabando por ser encerrado.

Depois de passar por várias mãos o Napster foi integrado em 2011 na empresa americana Rhapsody International, passando então a ser um serviço de venda de arquivos de música digital com enquadramento legal.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

1 COMENTÁRIO

  1. Ai que saudades dos tempos em que uma musica chegava ao meu pc a alguns kb de velocidade, e ir buscar uma simples musica podia demorar um dia inteiro…

    Era psicadelicamente irritante, mas faz parte da história…

Responder a Paulo Miranda Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here