Museu da Apple com 1.500 exposições vai abrir na Polónia

Um museu dedicado à Apple e os seus produtos deve ser inaugurado na Polônia ainda este ano, conforme foi anunciado.

O museu contará com 1.500 exposições relacionadas ao desenvolvimento e evolução dos produtos Apple ao longo da história da empresa.

É considerada a maior e mais completa coleção desse tipo no mundo. Krzysztof Grochowski, presidente do Conselho de Administração da Japko, a empresa por trás da exposição, disse:

“Decidimos, junto com nossos parceiros de negócios, que é nosso dever apresentar essas coleções exclusivas ao maior público possível. Queremos que a exposição se encaixe nos modelos de exposição contemporâneos. Gostaríamos de mostrar o desenvolvimento de ideias em tecnologia de uma forma que todos possam entender o progresso que experimentamos como humanos. Também queremos mostrar as fontes e direções da civilização, mas acima de tudo, queremos mostrar aos visitantes o verdadeiro núcleo da cultura pop tecnológica. Criaremos um espaço multimídia de forma que as pessoas possam vivenciar essa exposição, não apenas vê-la.”

blank

O museu se estenderá por 1.066,8 metros quadrados, apresentando exposições criativas e interativas, incluindo computadores Apple, laptops, acessórios, celulares, software, periféricos, pósteres, dispositivos comemorativos e muito mais. Um dos destaques é uma réplica funcional da Apple I assinada pelo cofundador da Apple Steve Wozniak, que serve como ponto de partida para a viagem dos visitantes pelo museu.

Até agora, uma forma menor de museu funcionava em Piaseczno, mas a escala da coleção levou à necessidade de um espaço maior que pudesse guiar os visitantes por uma linha do tempo, apresentando todos os produtos e desenvolvimentos da Apple numa ordem cronológica.

Uma rede de sensores em todo o museu irá sugerir objetos de interesse para os visitantes enquanto eles caminham e oferecerá cenas construídas em torno de coleções específicas da Apple num espaço audiovisual criado especialmente. Cenografia, luzes, animação, som, mapeamento e infográficos oferecem oportunidades de interação, contexto social e cultural e informações técnicas sobre as exposições.

Haverá focos em protótipos que nunca alcançaram a produção em massa e dispositivos de curta duração que foram um fracasso comercial. A maioria dessas exposições está funcionando ou em processo de restauração, e os visitantes aparentemente poderão tocar, testar e experimentar muitas delas com a ajuda de um curador.

O Museu da Apple na Polônia estará localizado no complexo revitalizado da Norblin Factory em Varsóvia e está programado para abrir neste outono.

Fonte: MacRumors

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here