Motorola propõe acordo de patentes à Microsoft mas é rejeitada

Os processos de patentes entre a Motorola e a Microsoft dá vitórias a ambas. Apesar de a Motorola apresentar uma proposta a Microsoft não concorda.

A Motorola, recém comprada pela Google, provou que as consolas Xbox e o Windows utiliza uma patente de codificação de vídeo, ganhando um processo na Alemanha e nos Estados Unidos, onde o juiz recomendou que a Xbox fosse bloqueado nos Estados Unidos.

Por seu lado, a Microsoft provou que a Motorola utiliza patentes nos seus smartphones que não estão licenciadas pela criadora do Windows. Conseguiu, também, que os smartphones da Motorola venham a ser bloqueados se a Motorola não licenciar ou desativar o software que utiliza as patentes da Microsoft.

Durante esta semana, a Motorola apresentou uma proposta de acordo, onde previa o pagamento de 33 cêntimos de dólar à Microsoft por cada smartphone vendido que utiliza a patente, enquanto a Microsoft teria de pagar 2.25% do valor de comercialização de cada unidade da Xbox 360 e 50 cêntimos por cada cópia do Windows vendida.

A Microsoft anunciou ter rejeitado a proposta, pois impõe o pagamento por parte da Microsoft de royalties superiores aos praticados pelo mercado.

Portanto, ainda iremos continuar a ouvir falar deste caso, até porque a Motorola tem até dia 17 de Julho para encontrar uma solução ou verá os seus smartphones impedidos de vender no mercado norte-americano.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here