MotoGP adere às corridas de motas elétricas em 2019

Red Magic 6S

A mobilidade elétrica veio para ficar e está já a contagiar as mais altas esferas da competição. Se nos automóveis a Formula E foi tornada realidade há algumas temporadas, a voltagem entra agora nas corridas de motas com uma nova categoria inserida nas corridas do Campeonato do Mundo de Motociclismo MotoGP.

A nova modalidade do MotoGP com motas elétricas foi confirmada pela diretora da Dorna (empresa que tem a cargo a organização do MotoGP) Carmelo Ezpeleta. A nova modalidade de corridas com motas elétricas ainda não recebeu designação oficial, mas as caraterísticas pensadas pela promotora do campeonato apontam para motas con índices de performance ligeiramente inferiores à da atual categoria Moto 3 e capazes de atingir 200 km/h de velocidade máxima.

Para a temporada de 2019 a vertente de corridas de motas elétricas do MotoGP conta já com quatro fabricantes de motas interessados em participar, estando pensado já um limite de 18 motas em pista. A corrida, atendendo à autonomia das baterias, não deverá ter mais de 10 voltas e o calendário, numa fase inicial, será apenas composto por cinco provas.

Fonte: Motorsport

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here