Módulo lunar perdido no espaço é encontrado 50 anos depois

Com o retorno à Lua no roteiro da NASA, um pedaço da história lunar foi redescoberto. Astrónomos identificaram o módulo perdido,“Snoopy”, que deu aos astronautas uma corrida ao espaço no início de 1969. Foi um teste da NASA num voo para colocar o modular lunar no seu trajecto uma última vez antes de chegar até a lua, mas a agência espacial permitiu que ele se perdesse.

Snoopy – nomeado em homenagem ao cão dos desenhos animados – foi a outra metade de Charlie Brown, o nome dado ao módulo de comando. A Apollo 10 foi lançada em 18 de maio de 1969, apenas dois meses antes da bem sucedida missão Apollo 11, que viu Neil Armstrong e Buzz Aldrin chegarem à superfície da lua.

Os astronautas Thomas Stafford e Eugene Cernan nunca foram destinados a pousar lá, apesar de terem ficado a cerca de 50.000 pés da lua. Em vez disso, era para ser um teste final da tecnologia do módulo, em que a descida accionada seria iniciada. Stafford e Cernan retornaram a Charlie Brown, antes de voltarem para a Terra.

No total, a missão durou pouco mais de oito dias. Um participante, no entanto, não conseguiu voltar. O Snoopy, depois de encaixar com sucesso no módulo de comando e permitir que os astronautas se transferissem, foi descartado.

A NASA nunca pretendeu que fosse recuperado e, de facto, parou de rastrear o módulo completamente. Em 2011, no entanto, uma equipa de astrónomos liderada por Nick Howes, um membro da Real Sociedade Astronómica do Reino Unido, partiu para descobrir onde o Snoopy havia acabado. Na época, o grupo estimou que era uma chance de sucesso de 235 milhões para 1.

Isso torna ainda mais impressionante que Howes e a equipa digam que estão “98% convencidos” de que o módulo foi encontrado, segundo a Sky News. Mais recentemente, analisaram dados ópticos coletados pelo Observatório Mount Lemmon (MLO) no Arizona em 2018, que identificou um possível alvo.

O problema com isso é a escala do desafio pois,o custo de tal missão seria razoavelmente alto.

O que pode ser necessário é que um entusiasta obcecado pelo espaço e com uma boa carteira pague esta despesa. Como por exemplo, Elon Musk, da SpaceX, ou Jeff Bezos, da Amazon. Trazer de volta o Snoopy e devolver um pedaço da história lunar à Terra poderá  ajudar a pacificar os astrónomos frustrados com a falta de visibilidade que têm comentado, devido à nova rede StarX.

Fonte

2 COMENTÁRIOS

  1. Perdido em 1969 e depois de 50 anos é encontrado , e ainda, a NASA havia parado de rastrear o módulo completamente, e derrepente eles encontram, sendo que já sabemos alguns detalhes sobre o espaço, e em 2011 astronáutas do Reino Unido conseguem essa proeza, algo surpeendente, a ao mesmo tempo, encucoso.

    • Olá Octávio,

      Realmente é surpreendente mas ao mesmo tempo estranho. Passam-se coisas muito estranhas no espaço, que desconhecemos…

      Obrigada e continue a acompanhar sempre o MaisTecnologia!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here