Mobile World Congress 2017: Desde Huawei até Nokia, há muitas novidades

O Mobile World Congress 2017 decorreu em Barcelona e é o maior evento mobile onde, mais uma vez, o MaisTecnologia fez a cobertura do evento conhecendo todas as novidades em primeira mão. Assim, fazemos um resume das principais novidades da feira mobile mais importante do mundo.

Comecemos com o que todos consideram o grande destaque do MWC 2017, o regresso da Nokia, que após a aquisição por parte da Microsoft e a contínua aposta no Windows Phone, a marca Nokia andou um pouco à deriva. E o regresso não poderia ser feito com outro equipamento que não o famoso Nokia 3310.

Sim, o Nokia 3310 está de volta, numa versão 2017, com alguns melhoramentos em relação ao grande sucesso de vendas da fabricante finlandesa. Foi o equipamento que mais dificuldade tive para experimentar e tirar umas fotografias. Por outro lado, também foram apresentados outros três smartphones que se comprometem por terem uma boa relação qualidade-preço.

A Huawei é uma das três principais marcas de smartphones que lançou o seu topo de gama. A fabricante chinesa tem apostado forte nos últimos anos e vem conquistando mercado ano após ano, sendo que, mais uma vez, lança um smartphone topo de gama de qualidade e a um preço muito competitivo, o Huawei P10. O smartphone deverá estar à venda em Portugal no final de março, a partir dos 649€.

Segue-se o LG G6. A marca sul-coreana tem visto os lugares cimeiros por um canudo e o sucesso tem-lhes passado ao lado, sendo que neste modelo a LG decidiu deixar de lado a ideia inovadora de um equipamento modular. Neste caso, a LG destaca-se no ecrã com um rácio invulgar de 16:8. Segundo a fabricante sul-coreana, oferece um equipamento com um ecrã maior, mas sem que a ergonomia seja posta em causa.

A Sony também lançou o seu topo de gama, o novo Sony Xperia XZ Premium, que será o segundo modelo da marca com ecrã 4K e já contará com o Snapdragon 835. No entanto, por causa deste processador, o smartphone só chegará ao mercado no verão, já que a outra grande fabricante da Coreia do Sul conseguiu reservar todas as unidades desse processador para o seu smartphone, segundo os vários rumores que têm corrido a internet.

A Samsung não apresentou nenhum smartphone, já que o Galaxy S8 será apresentado no dia 29 de março, mas lançou um novo Galaxy Tab 3, que se destaca por ter a S Pen, bem com um modelo com Windows 10, o Galaxy Book, mais um concorrente ao Surface.

Há ainda que destacar a TLC, que é a detentora da marca Alcatel. Primeiro, a Alcatel lançou um equipamento diferente da concorrência, o Alcatel A5 LED, um modelo que conta com uma traseira cheia de LEDs personalizáveis e que mudam de cor conforme a notificação que recebem. Sem dúvida uma opção diferente.

A fabricante chinesa também passa a gerir a marca BlackBerry, após a empresa canadense ter decidido focar-se no software e vender a área do produto à TLC. No MWC 2017, surgiu o novo BlackBerry KEYOne, que segue a principal tendência da marca, virada mais para o mercado profissional, com um teclado QWERTY e pormenores muito interessantes.

Como evento mobile que se preze, além dos produtos houve outros assuntos, sendo que o que mais se falou foi o 5G. Por todo o lado vimos testes 5G, quer por parte de operadoras ou por criadores de infraestruturas, sendo que já percebemos que este será o futuro das telecomunicações, e para muito breve. É verdade que o 4G nem sequer chega a todo o lado, mas também já sabemos que a tecnologia anda sempre mais à frente do que a real necessidade.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here