Microsoft vai acabar com o Messenger

Depois de seis anos de atividade, o Windows Live Messenger, tal como o conhecemos atualmente, poderá chegar ao fim ainda esta semana. A notícia é dada pelo The Verge, que se apoia em fontes confidenciais, mas não foi confirmada nem desmentida pela empresa de Steve Balmer.

De acordo com o site especializado em tecnologia, o MSN Live Messenger irá ser integrado no Skype, serviço comprado pela Microsoft no ano passado. As contas de utilizador deverão ser unificadas, o que garantirá a manutenção de todos os contactos. Já é inclusivamente possível  fazer log in no Skype com as contas do MSN e do Facebook.

A estratégia da empresa passará por fundir dois serviços muito semelhantes, dando prioridade ao Skype que possui outras funcionalidades como a possibilidade de efetuar chamadas telefónicas.

A migração já vem sendo feita nos últimos meses e deverá estar próxima do fim. “A Microsoft tem vindo a redirecionar os seus serviços do MSN para o Skype e cerca de 80 por cento das mensagens instantâneas enviadas por meio do Skype utilizam a tecnologia do Messenger”, refere o The Verge.

Na semana passada, a Microsoft apresentou uma nova versão do Skype completamente adaptada ao Windows 8, mais uma indicação de que a mudança irá mesmo efetuar-se.

Lançado em agosto de 2003, o Skype conta hoje com mais de 30 milhões de utilizadores. Já o Windows Live Messenger, antigo MSN Messenger perdeu utilizadores com  a chegada de outras plataformas, como o Facebook ou o Google Talk, mas continua a ser um dos messengers mais populares.

Atualização: Microsoft confirma o encerramente do MSN.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui