Microsoft pode receber advertência da UE face à aquisição da Activision

Ao que tudo indica, a Microsoft estará prestes a receber uma advertência da União Europeia devido ao seu acordo de compra da Activision Blizzard, segundo avançaram relatórios recentes. A Microsoft adquiriu a ZeniMax Media, proprietária da Bethesda Softworks, em setembro de 2020 e, com isso, adicionou várias séries de jogos à sua coleção, entre eles, The Elder Scrolls e Fallout.

Porém, a aquisição também colocaria a Microsoft em uma posição dominante no mercado de videojogos para PC, já que a Activision Blizzard é uma das principais desenvolvedoras de jogos para PC e consola. Isto levantou preocupações de que a Microsoft poderia estar a usar essa posição para prejudicar a concorrência no mercado, assumindo uma possível posição dominante e agressiva.

É clara a desvantagem face a concorrentes como a Sony que oferece concorrência direta para a Microsoft, disputando este mercado altamente dinâmico, mas onde a concorrência pode ter um impacto ainda maior, sobretudo, pela dimensão e capacidade financeira da Microsoft, proprietária da marca Xbox — um dos, senão o maior player nesta indústria em disputa com a Sony — onde além destas duas, outras fabricantes operam, mas sem serem impactadas por esta aquisição em específico.

De acordo com fontes anónimas, a Comissão Europeia estaria a considerar emitir uma “carta de advertência” para a Microsoft, alertando-a sobre possíveis violações da lei da concorrência da União Europeia. A carta não é uma sanção formal, mas serve como um aviso para que a empresa tome medidas para se adequar às leis do território europeu.

A Microsoft ainda não se pronunciou sobre estas alegações, mas é esperado que a empresa tome medidas para garantir que a sua posição no mercado de videojogos não viole as leis da UE. Por enquanto, também a Comissão Europeia não se pronunciou sobre este assunto — como aliás seria de esperar — enquanto não houver uma posição oficial divulgada por qualquer uma das partes.

Este é apenas o mais recente desenvolvimento na crescente preocupação com a posição dominante de algumas das maiores empresas de tecnologia no mercado. A UE tem investigado várias empresas, incluindo a Google e a Amazon, por possíveis violações da lei da concorrência. Recorde-se que a Microsoft fez uma oferta pública de aquisição de 68,7 mil milhões de dólares para aquisição da Activision.

Fonte Eurogamer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui