Microsoft já não é obrigada a disponibilizar a escolha de browser padrão

browser-choice

Após a obrigatoriedade de cinco anos imposta pela União Europeia, a Microsoft deixa de disponibilizar a escolha de browser padrão em todos os seus sistemas operativos. Esta medida vai permitir à empresa deixar de divulgar e apresentar browsers concorrentes ao Internet Explorer em ambiente Windows.

Recorde-se que por imposição da União Europeia e multa imposta de 595 milhões de euros, a gigante norte-americana era obrigada a disponibilizar a todos os utilizadores a opção de escolher qual o browser que gostariam de ter, por predefinição, no ambiente Windows.

O fim desta imposição permitirá um maior investimento no seu browser padrão, o Internet Explorer. Este facto poderá representar o início da recuperação da posição dominante que ocupou durante anos.

Recordamos que os últimos dados revelados de utilização de browsers, aponta claramente para uma quebra de popularidade e utilização do Internet Explorer e representou um aumento exponencial do seu grande rival Google Chrome.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here