Meta: Cicero é a primeira Inteligência Artificial a alcançar desempenho de nível humano

A Meta AI está a trabalhar no desenvolvimento do Cícero, que diz ser a primeira tecnologia de Inteligência Artificial a alcançar desempenho de nível humano no jogo de tabuleiro estratégico Diplomacy.

A concretizar-se trata-se de uma conquista notável porque o jogo requer profundas habilidades de negociação interpessoal, o que significa que Cícero teve de ser programado para obter um certo domínio da linguagem e também skills de diplomacia – tudo necessário para vencer o jogo. O artigo da ARS Technica explica como o Cícero está programado para se aproximar dos truques de negociação do Ser Humano.

Mesmo antes do Deep Blue derrotar Garry Kasparov no xadrez em 1997, os jogos de tabuleiro eram uma ferramenta útil para se explorar a IA. Em 2015, outra barreira caiu quando AlphaGo derrotou o mestre Go Lee Sedol. Ambos os jogos seguem um conjunto relativamente claro de regras analíticas (embora as regras de Go sejam normalmente simplificadas para IA de computador).

Em Diplomacy os jogadores devem mostrar empatia, usar linguagem natural e construir relacionamentos para progredir no jogo – um desempenho difícil para um jogo de computador. Mas a Meta não se deixou ficar e lançou o desafio à própria equipa: “Podemos construir agentes mais eficazes e flexíveis que possam usar a linguagem para negociar, persuadir e trabalhar com pessoas para alcançar objetivos estratégicos semelhantes aos humanos?”.

Segundo Meta, a resposta é “sim”. Cícero desenvolveu as suas habilidades a jogar uma versão online de Diplomacy em webDiplomacy.net. Com o tempo, tornou-se um mestre no jogo, supostamente alcançando “mais do dobro da pontuação média” dos jogadores humanos e classificando-se entre os 10% de jogadores de topo.

Para criar o Cícero, a Meta reuniu modelos de IA para raciocínio estratégico (semelhante ao AlphaGo) e processamento de linguagem natural (semelhante ao GPT-3) e uniu-os num único agente. Durante cada partida, Cícero observa o estado do tabuleiro e o histórico da conversa e prevê como os outros jogadores vão agir. Depois, elabora um plano que executa através de um modelo de linguagem que pode gerar um diálogo semelhante ao humano, permitindo a coordenação com outros jogadores.

Pode ver mais informações sobre este projeto aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui