Meizu 16s, foi lançado com 48 megapixels e Snapdragon 855

A marca chinesa anunciara no passado ano de 2017 que sairia em meados de maio de 2019. No entanto, ao que parece, a Meizu resolveu anticipar-se e lançá-lo no mercado em finais de abril.

As configurações do aparelho eram aquilo que se esperava de um smartphone de ponta lançado em 2019: processador Snapdragon 855, entre 6 GB e 8 GB de memória RAM, 128 GB de espaço de armazenamento (para os modelos europeus, o dobro na China), tela AMOLED Full HD+ de 6,2 polegadas com molduras de ecrã super finas e sensor de impressão digital já embutido no ecrã — tudo isso alimentado por uma bateria de 3.600 mAh com “carregamento rápido” de 24W.

Processador do Meizu 16s, o Qualcomm Snapdragon 855

A opção da marca em relação aos processadores Qualcomm, é recente. Anteriormente, a marca acolhia nos seus dispositivos, os sockets Exynos da Samsung, no entanto, com o lançamento do Meizu 16, verificou-se esta mudança.

Características

1x Kryo 485 (Cortex-A76) @ 2.84GHz
3x Kryo 485 (Cortex-A76) @ 2.42GHz
4x Kryo 485 (Cortex-A55) @ 1.80GHz

Unidade de Processamento Gráfico Adreno 640 @ 585MHz


Parece que com a mudança para um novo fabricante de processadores, a dinâmica envolta na escolha dos sockets também mudou. A fabricante de smartphones chinesa, Meizu, é a primeira a incluir o novo modelo de sockets da Qualcomm.

Memória(s) do Meizu 16s

As tendências do mercado, indicam que a procura de mais espaço para aplicações cada vez maiores  neste tipo de equipamentos tem vindo a aumentar, em consonância com a procura de maior agilidade em sistema operativos cada vez mais pesados, o recurso a memórias RAM mais rápidas e com maior capacidade de memória.

Características

6/8GB LPDDR4X (apresentam-se duas variantes de memória RAM com preços diferentes)
128GB de armazenamento interno para o mercado europeu.
256GB de armazenamento interno para o mercado chinês.


Display, bateria e dimensões

A intensificar a extravagância do novo smartphone chinês, Meizu 16s, a fabricante optou pela incorporação de um ecrã OLED de 6,2 polegadas preenchendo quase todo o ecrã do smartphone (tendência predominante do mercado).

Características
  • 6.2″ OLED 2232x1080 (18:6:9)
  • 151.9x73.4x7.6 mm (dimensões do smartphone) com 165g (massa ideal de um smartphone)
  • 3600 mAh (razoável face à grande maioria do mercado)

Double-camera e câmera telefotográfica

Ao contrário de inúmeras marcas que têm apostado no aumento do número de câmeras fotográficas na traseira do telemóvel, a Meizu optou pela inclusão de uma câmera maior e melhor — câmara IMX586 da Sony com 48MP —  assim como um conjunto de lentes, o “telephoto” à semelhança da Huawei.

Características da(s) traseira(s)
  • 48MP IMX586 (câmera principal) 0.8µm c/ 2×2 filtro Bayer (1.6µm em 12MP) com f/1.7 c/OIS
  • 20MP IMX350 (câmera telephoto) f/2.6 de 3 x zoom
Características da frontal
  • 20MP Samsung 3T2 com f/2.2

A qualidade fotográfica deste novo conjunto de câmaras é realmente fantástico, excelente para fotografias noturnas, assim como, para fotografias diurnas face à sua elevada abertura (de luz).

A maior crítica feita a este equipamento é certamente a substituição da saída de Jack de áudio, por uma saída/entrada USB-C que condiciona a qualidade do áudio que saí do smartphone para os auriculares, auscultadores e fones de ouvido.

O Meizu 16s irá rondar os 480 na variante global de 6GB de memória e 128GB de armazenamento. O modelo mais caro com 8GB + 256GB (chinês) pode ir até aos 600 euros (se convertido).

Fonte AnandTech

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here