Mais de 10% dos homens portugueses têm ausência de interesse sexual

Falta de interesse sexual

Um estudo, apresentado hoje no ISPA, revela que mais de 10% dos homens portugueses têm falta de interesse sexual, sendo o grupo etário que mais se destaca dos 30 aos 39 anos ( com mais de 24%). Neste estudo transcultural sobre os fatores associados ao interesse sexual masculino, liderado pela investigadora Ana Carvalheira, participaram 5255 homens de Portugal, Croácia e Noruega.

As conclusões apontam para o cansaço e o stress profissional como a principal motivo, auto-avaliado, para a falta de interesse sexual. Os dados revelam também vários fatores preditores da ausência de interesse sexual. Homens com elevados índices de ansiedade ou depressão, baixa auto-confiança na função erétil e elevado nível de aborrecimento sexual têm mais probabilidade de referir ausência de interesse sexual. A estes juntam-se também os homens em relações de longa duração.

Esta investigação teve como objetivos principais analisar os preditores da ausência de interesse sexual, a comorbilidade sexual e as razões para a diminuição do interesse sexual. O estudo foi realizado com a colaboração com os investigadores Aleksandar Štulhofer, da Universidade de Zagreb, na Croácia, e Bente Træen, da Universidade de Tromsø, na Noruega.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here