Mãe enconde filho recém nascido morto 7 dias

Mãe esconde gravidez e quando o bebé nasce, supostamente morto, esconde-o em um saco no seu automóvel, 7 dias mais tarde pede a amigo que queime o saco alegando que se tratava de um animal.

Uma mulher solteira, de 26 anos, natural de Santa Maria da Feira, na Maia, militar da Força Aérea, conseguiu esconder a sua gravidez todo o tempo de gestação. Quando deu à luz o bebé já estaria morto, como tal colocou o cadáver do recém-nascido dentro de um saco.

Mais tarde, sem mais ninguém a quem recorrer encontra-se com um amigo, a quem pede que queime o conteúdo do saco do Exército que trazia consigo, que já estava em estado de putrefação, alegando que seria um animal morto resultante de uma praxe do curso de formação de sargentos que fazia no Montijo.

O jovem aceitou o estranho pedido e guardou o saco nas traseiras da sua casa. Os pais do jovem, ao sentirem um cheiro nauseabundo vindo do saco foram investigar e  confirmaram que se tratava de um bebé, com indícios de ter sido chamuscado.

A GNR foi avisada pelo casal do que se sucedera. A jovem confessou o crime, alegando contudo que o bebé já tinha nascido morto.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here