Luva converte língua gestual em som através de uma aplicação

Três estudantes ucranianos venceram a Microsoft Imagine Cup 2012 com um projeto que poderá fazer uma diferença gigantesca na forma como os incapacitados auditivos comunicam com o mundo: uma luva que faz a tradução de língua gestual para discurso oral.

Anton Stepanov, Anton Posternikov e Maxim Osika tiveram a ideia de criar algo do género quando numa ida ao supermercado, repararam como um empregado estava a ter dificuldades em comunicar com um cliente que não conseguia falar. “Ficámos muito surpreendidos ao descobrir que não existiam dispositivos [capazes de superar esta barreira] no mercado. Mais tarde, a nossa interação com atletas com incapacidades auditivas na nossa escola confirmou que uma solução destas era necessária para que pudessem comunicar de forma mais completa com o mundo”.

Assim nasceu o Enable Talk, um dispositivo que combinando uma luva flexível com 15 sensores e uma aplicação para smartphone, permite a quem não consegue falar por outro meio além da língua gestual, comunicar de forma mais simples com aqueles que não compreendem a comunicação através de símbolos gestuais.

A luva comunica via Bluetooth com a aplicação, traduzindo automaticamente a mensagem enviada e reproduzindo-a num ficheiro de som. No futuro a equipa considera também a possibilidade de desenvolver um sistema que funcione com chamadas telefónicas. Uma entrada USB permite a sincronização com computadores e ainda o carregamento das baterias de íon de lítio, embora as luvas também estejam equipadas com um pequeno painel solar que lhes permite uma maior autonomia e um impacto reduzido no meio ambiente.

As vantagens vão desde a facilidade do seu uso à portabilidade, flexibilidade e ainda o preço: o protótipo tem um custo de cerca de quarenta euros, mas com a massificação da produção a equipa prevê que cada unidade venha a custar pouco mais de dezasseis euros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here