Limits, a funcionalidade do Instagram que quer proteger os utilizadores

O Instagram anunciou que uma das suas prioridades, de momento, é desenvolver uma nova funcionalidade, o Limits, que procura bloquear as notificações e interações feitas a algumas figuras públicas ou utilizadores.

O responsável pela plataforma, Adam Mosseri, anunciou que a estratégia é tornar os utilizadores mais seguros e fazer face ao racismo e ao discurso de ódio. “Racismo e discurso de ódio não têm espaço no Instagram. As pessoas têm de se sentir confortáveis. Precisam de sentir-se seguras a expressar-se no Instagram para que tudo funcione”.

O anúncio do novo recurso foi feito após sentimentos de racismo verificados no Instagram na final do Euro 2020, contra jogadores de futebol da Inglaterra Bukayo Saka, Marcus Rashford e Jadon Sancho, que foram perseguidos por fãs.

Com esta novidade do Instagram, Adam Mosseri, refere que os casos de ódio poderiam ser facilmente evitados já que a aplicação iria apagar automaticamente comentários ofensivos e reações indesejadas. Mosseri confessa que ainda há um longo caminho a perseguir no combate ao ódio nas redes sociais.

blank

Segundo avança a CNET, o Instagram pretende diminuir os casos de assédio, e ajudar os utilizadores a protegerem-se.

No início deste mês o leaker Matt Navarra, divulgou imagens sobre a forma de funcionamento do Limits, mas, nesta altura, o Instagram ainda não se tinha pronunciado oficialmente sobre o assunto.

Nas imagens que eram partilhadas, os utilizadores com acesso ao Limits, tinham disponível uma nova seção, nas definições de privacidade do Instagram, onde se poderia perceber que o proprietário de uma conta pode limitar temporariamente os comentários e mensagens de grupos específicos de seguidores.

Por agora, os responsáveis pela plataforma ainda não avançaram uma data para um possível lançamento, tendo apenas sido dito que, neste momento, o Limits ainda se encontra na fase de testes, em países pré determinados.

Fonte: CNET

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here