LG Maximo 3D Max: primeiras impressões

Passaram pouco mais de 48 horas desde que o LG Maximo 3D Max chegou ao Tecnologia para um período de testes. Estas são as primeiras impressões que o telemóvel deixou ao fim de dois dias de utilização.

O telemóvel é uma versão «Max» do primeiro smartphone do mundo anunciado como tendo tecnologia a três dimensões. O 3D é sem dúvida o aspeto mais apelativo e diferenciador do também conhecido como LG P720. Apesar de ainda não ser revolucionária, a tecnologia em três dimensões usada no 3D Max é bastante aceitável e em alguns momentos até espetacular. Apesar de os conteúdos tridimensionais terem falta de qualidade e de limpidez, o efeito de profundidade é muito bem conseguido e nas condições adequadas de visualização existem objetos que realmente parecem saltar fora do ecrã. A qualidade do painel não terá sido a mais adequada para um telemóvel que foi lançado em 2012, mas tendo em conta que inclui tecnologia 3D, os 800×480 pixéis e 217 ppi são mais do que suficientes para o ecrã de 4,3 polegadas.

A LG incluiu algumas opções nativas na interface de usuário que permitem ao utilizador tirar melhor partido das três dimensões. O «Espaço 3D» é um carrocel de aplicações desenhado tridimensionalmente que dá acesso direto aos jogos, galeria, Youtube e câmara, ou seja, a todas as apps que de alguma maneira permitem explorar o 3D. Existe também o «Conversor 3D» que converte aplicações instaladas para o efeito a três dimensões, e o LG SmartWorld, uma aplicação de aconselhamento de apps que melhor se enquadram no telemóvel.

O dispositivo foi concebido não só para o consumo 3D como também para a sua produção. As câmaras duplas traseiras de cinco megapixéis permitem capturar em efeito estereoscópico objetos e situações do dia a dia, que «miraculosamente» se transformam em registos tridimensionais. Tanto a fotografar como a gravar, os sensores fotográficos cumprem na perfeição a sua função, especialmente ao nível do 3D. As opções de captura na câmara são vastas, mas para aqueles que procuram um telemóvel dedicado à fotografia o P720 pode não ser a primeira opção de escolha.

O LG Maximo 3D Max tem um aspeto compacto e bastante sólido, além de encaixar-se bem numa mão de dimensões «normais». Todo o telemóvel tem qualidade de construção, exceptuando na capa traseira, onde o plástico usado deveria ser mais robusto e de melhor qualidade. Na parte de trás existe ainda uma pequena saliência na parte inferior, mas quer quando está pousado numa plataforma quer quando está na mão, a lomba é como se não existisse.

A nível de especificações e de desempenho diário, o telemóvel apesar de não ser de gama alta, está ao nível dos melhores smartphones do mercado. A fluidez poderia ser melhor tendo em conta que existe um processador de dois núcleos a 1,2 Ghz e 1Gb de RAM, mas parte da culpa deve-se provavelmente à versão 2.3.6 do Android desenvolvido pela fabricante sul-coreana que vem equipado no dispositivo. A execução de várias aplicações em simultâneo também foi um ponto que impressionou nestes primeiros dois dias.

O que impressionou também foi a tecnologia NFC. A LG faz acompanhar o telemóvel com autocolantes de Near Field Communication, chamados de LG Tag+, nos quais é possível definir modos de utilização ou reconhecimento de ações automáticas. A par do 3D bem conseguido, o uso do NFC no dia a dia é uma mais valia para aqueles que se consideram práticos e pragmáticos.

As restantes ligações sem fios, Wi-Fi e 3G, apresentaram um desempenho correto e a navegação na Internet é uma tarefa que se realiza de modo tão fácil e rápido como uma chamada.

No geral, o ponto mais fraco do telemóvel parece ser até ao momento a bateria. O ecrã é grande, os processadores são fortes, e a tecnologia 3D suga mais carga que os restantes processos. Em utilização normal, a bateria pode não chegar a um dia de utilização. Nas primeiras 24 horas foram precisas duas cargas completas, mas é preciso reconhecer que o telemóvel esteve sempre em alta rotação, nomeadamente a nível de gaming 3D.

Estas são as primeiras impressões que o telemóvel deixou. Ao longo dos próximos dias os testes continuarão para que seja elaborada uma análise mais detalhada e mais completa.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here