Lenovo anuncia portátil com ecrã dobrável – o primeiro do mundo.

Na corrida à grande onda da tecnologia, todos querem ser os primeiros a chegar. Todos os dias há novidades de equipamentos com a mais recente evolução tecnológica. E todos os dias está a evoluir. Depois dos telemóveis dobráveis, eis que surge a Lenovo a anunciar o primeiro PC dobrável do mundo. Um protótipo do ThinkPad que repete a tecnologia dobrável que já vimos nos telefones numa escala muito maior.

A Lenovo garante que não é apenas uma demonstração de tecnologia como se vê por aí, mas um equipamento que pretende lançar já em 2020 como parte de sua marca premium ThinkPad X1. Há três anos que a Lenovo tem vindo a desenvolver este seu novo produto. O objetivo aqui é um produto premium que será um dispositivo de classe de laptop, não um computador secundário ou acessório como um tablet pode ser.

A construção de um pc dobrável por parte da Lenovo é como resposta à portabilidade que oferece, ao contrário dos telemóveis dobráveis, que ficam muito maiores do que o normal. A Lenovo quer o contrário, de um portátil de tamanho normal, fazer um ainda menor.

O resultado é um monitor OLED 4: 3 de 2K de 13,3 polegadas que pode dobrar até o tamanho de um livro de capa dura (a Lenovo diz que tem menos de dois quilos, o que é o mesmo peso que uma livro em capa dura de um dos maiores livros de Harry Potter ).

O ecrã dobra-se, como anunciado, e o Windows funciona bem o suficiente como uma interface de toque. Mas uma característica que é importante é que virá com software para optimizar o funcionamento dos formatos únicos que uma ecrã dobrável pode oferecer.

Dobrado, é muito menor do que até mesmo um laptop de 13 polegadas de tamanho normal, e é extremamente portátil, como se estivesse a segurar num livro. Quanto ao hardware ainda está um pouco inacabado.

Este portátil dobrável da Lenovo poderá ser usado de várias formas, normal como um portátil em que um suporte interno permite que sustente o monitor numa mesa para uso com um teclado e rato sem fio incluídos, ou usá-lo completamente desdobrado como um grande tablet ou parcialmente dobrado em forma de livro.

Quanto ás especificações ainda são um mistério

E, talvez o mais interessante, é possível virar o dispositivo de lado e usá-lo num formato tradicional (embora menor) de estilo laptop, usando a superfície inferior como um teclado digital ou bloco de anotações, semelhante ao Yoga Books de duas telas da Lenovo. Inteligentemente, o lado direito do ecrã (que serve como a porção “inferior” quando usado no modo laptop) contém toda a bateria, que a mantém pesada para que não caia.

A outra grande questão é sobre especificações. A Lenovo não quer entrar em detalhes concretos sobre o produto, mas já se sabe que funcionará com o Windows e terá um processador Intel. Não há detalhes além disso, e especificações como RAM ou até mesmo estimativas de vida da bateria estão em segredo dos Deuses.

Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here