Kim Schmitz, Fundador do Megaupload continua em liberdade

O tribunal neozelandês decidiu manter Kim Schmitz em liberdade, numa decisão após o recurso do ministério público à sua libertação.

Kim Schmitz foi preso no dia 20 de Janeiro, após o encerramento do Megaupload. Kim Schmitz é acusado, como fundador do Megaupload, por incentivo à pirataria e enriquecimento ilícito, acusado, também, de lavagem de dinheiro através od site de partilha de ficheiros.

Kim Schimitz foi detido, com mais 6 pessoas ligadas ao site, e numa primeira instância foi recusada a sua libertação, devido ao perigo de fuga.

Mas a semana passada, o tribunal decidiu conceder a liberdade condicional a Kim, pois, segundo o tribunal, já não havia perigo de fuga, o que era contra o que os Estados Unidos pretendiam e o Ministério Público interpôs um recurso contra esta decisão.

Hoje, essa decisão foi favorável a Kim, continuando em liberdade condicional até Agosto, altura em que se decidirá se Kim irá ser extraditado para os Estados Unidos, onde pende um processo contra Kim que pode levar a uma pena de 20 anos de prisão.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here