Kaspersky Lab denuncia programa de espionagem maciça

espionagemA empresa russa de segurança informática Kaspersky Lab descobriu uma enorme campanha de espionagem online que estará, supostamente, a ser comandada por um país de língua espanhola.

O programa, chamado Careto ou The Mask (A Máscara, em português), terá sido lançada em 2007 para espiar e copiar documentos, códigos, configurações de rede virtual privada e outras informações confidenciais, avança a companhia.

A campanha, que já terá afetado e vigiado mais de 380 alvos em 31 países, conseguiu manter-se incógnita até este ano. A maior parte destes alvos são instituições governamentais, companhias do setor energético, centros de pesquisa e desenvolvimento e ativistas de nações como o Brasil, Marrocos, Reino Unido, França e Espanha.

A Kaspersky Lab anunciou a novidade durante uma convenção de analistas de segurança que está a acontecer em Punta Cana, na República Dominicana.

O diretor da empresa, Costin Raiu, considera que Careto deverá ser “uma campanha apoiada por um Estado” levada a cabo por “um grupo de ameaça persistente e avançada, um dos melhores” já vistos. Raiu revelou ainda que estas informações são apenas a “ponta do iceberg”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui