Já jogámos a alpha do multiplayer de Call of Duty: Cold War para PS4

O próximo título da série Call of Duty já tem data marcada. Call of Duty: Cold War da responsabilidade da Raven Software tem data de lançamento prevista para 13 de novembro — como o próprio nome indica, aborda a temática de combate durante o período da guerra fria, transportando os jogadores para o início da década de 1980. Recentemente, a SIE e a Raven Software que dedicaram uma parte do evento da PlayStation 5 para apresar a nova versão alpha para Call of Duty: Black Ops Cold War começava ontem, dia 18 de setembro.

Perante a ameaça de uma guerra nuclear global, os jogadores são chamados a fazer parte de Black Ops, onde poderão lutar em locais icónicos — Berlim Oriental, Turquia, Vietname, Moscovo na era Soviética, entre outros —, aqui seguem o rasto a Perseus, que está propositadamente a procurar desestabilizar o equilíbrio global.

O foco da nova versão alpha será a realização de um teste ao modo multijogador online, bugs, servidores e outros problemas que passam despercebidos à equipa de desenvolvimento. A grande particularidade é que será testada exclusivamente na PlayStation 4 desde dia 18 às 6h da tarde de Portugal Continental (14h de Brasilia) até dia 20 de setembro à mesma hora.

O Mais Tecnologia, assim como inúmeros jogadores da comunidade, aproveitaram a abertura dada para jogar esta alpha de Call of Duty: Cold War. A experiência foi interessante, isso é inegável. Algo aficionado por videojogos de guerra, não me foi de todo estranho jogar Call of Duty — mesmo não sendo a minha franquia de eleição. O desempenho surpreendeu, ainda para mais estando a ser operado numa PlayStation 4 (no fim de ciclo).

As limitações físicas da consola são sentidas, no entanto, não é para escrever sobre a PlayStation 4 que aqui estamos e, como tal, iremos cingir-nos apenas à nossa opinião com base naquilo que tivemos oportunidade de jogar. Em termos de interface, subscrevo a minha satisfação nas opção adotadas — apresenta alguns problemas inerentes ao tipo de versão disponibilizada. Por outro lado, o matchmaking é relativamente rápido, no entanto, existem alguns problemas associados à criação de grupos de jogadores (através de um grupo dentro da PlayStation) levando por vezes a um bloqueio por completo do aplicativo.

Quando falamos da jogabilidade, para nós, dada a idade da PlayStation 4 Original, não existe nada a apontar na fluidez e animações de armas e personagens. Contudo, notamos momentâneos “downgrades” nas texturas de personagens — o que é pena, pois estas texturas estão muito bem detalhadas.

O mesmo não acontece no restante cenário, em geral, tudo é retratado com inúmeros detalhes sem que existam perdas de qualidade, o que nos leva a concluir que o problema evidenciado com os personagens seja a complexidade do motor gráfico na PlayStation 4 (ou eventualmente, pouca otimização até ao momento) — certamente que a PS4 Pro terá um melhor desempenho.

Por agora, iremos continuar a usufruir do jogo durante o tempo que ainda nos resta. Aproveite e confira você mesmo todo o potencial à distância de algum dedilhar do comando. Recorde-se que este novo título foi apresentado como tendo suporte cross-play em todos os sistemas da geração atual e da próxima. Call of Duty: Black Ops Cold War oferecerá ainda um sistema Battle Pass e um fluxo constante de conteúdo gratuito pós-lançamento, incluindo mapas e modos multijogador, experiências com Zombies juntamente com uma agenda robusta de eventos para a comunidade no jogo.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here