Irão diz ter criado dois super computadores

A notícia não é fácil de ser confirmada, mas o Irão anunciou a criação de dois super computadores.

Como se sabe o Irão encontra-se num braço de ferro com o resto do mundo, enfrentando desde 2007 um embargo por parte dos Estados Unidos da América. Por esta razão, não é fácil distinguir o que de facto são inovações tecnológicas de propaganda politica.

O que é facto é que o governo Iraniano anunciou a criação de dois super computadores, máquinas capazes de entrar no top 500 dos sistemas informáticos mais poderosos do mundo.

Esta notícia foi avançada pelo próprio presidente, Mahmoud Ahmadinejad, que discutiu o projecto por vídeo-conferência com os dois representantes das universidades onde estão instalados os dois sistemas, em directo na televisão estatal.

A confirmar-se esta notícia levanta muitas dúvidas, sendo que a primeira será: Como houve acesso à tecnologia necessária? Uma vez que marcas como Intel ou AMD teriam que ser importadas directamente dos EUA onde está imposto o embargo ao Irão. Se por um lado há hipótese de adquirir estes componentes por mercado negro, por outro o Irão pode querer indicar que também desenvolveu essas tecnologias (que já tiveram anos de evolução).

Mehdi Noorbaksh, professor associado de assuntos internacionais da Universidade Harrisburg de Ciência e Tecnologia da Pensilvânia, recomendou cepticismo em relação a esta notícia, acrescentando que “O governo Iraniano é notório por fabricar este tipo de informação.”

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui