iPhone 13 não terá opção de 1TB e o sensor LiDAR apenas estará nos Pro

A Apple deve anunciar os novos iPhones em menos de três meses. O iPhone 13 ou iPhone 12s ainda não foi revelado, mas um novo relatório da TrendForce dá mais algumas informações sobre o que esperar neste outono dos novos smartphones da Apple.

Começando com a produção do iPhone 13, a TrendForce projeta até 223 milhões de unidades devido ao aumento das vacinações e à iminente facilitação dos bloqueios nos EUA e na Europa, isto significa um aumento de vendas que acaba por não ser surpreendente, tendo em conta o que o mundo viveu nestes último ano.

Além disso, espera-se que a Apple saia beneficiada do “abandono forçado” de alguma participação de mercado da Huawei nos smartphones topo de gama, já que mesmo que tenha oferta suficiente, sabe-se que a procura caiu consideravelmente. Nesse sentido, as vendas dos novos iPhones no último trimestre deste ano e nos seguintes deverá ser impulsionado graças a este fator.

blank

De acordo com o relatório, “a Apple priorizará a otimização das funções existentes com a série do iPhone 12s (ou 13), enquanto os preços de loja devem permanecer no mesmo nível do lançamento do ano passado dos modelos do iPhone 12”.

Como os rumores têm apontado, a Apple deve diminuir o tamanho do notch no topo do ecrã e revelar, novamente, quatro novos modelos: o iPhone 13 mini, o iPhone 13, o iPhone 13 Pro e o iPhone 13 Pro Max. Este relatório, no entanto, chama o próximo iPhone de iPhone 12s, o que até poderemos dizer que faz mais sentido tendo em conta a nomenclatura que a Apple costuma utilizar.

A TrendForce espera que esses iPhones custem o mesmo que o modelo anterior, a partir de US $ 699. A série do iPhone 12s contará com o chip A15 fabricado em 5nm pela TSMC, embora a Apple já esteja trabalhando num processador de 3nm.

Todos os novos modelos do iPhone 13 incluirão painéis AMOLED, enquanto os modelos Pro apresentarão uma taxa de atualização de 120Hz. Para aqueles que esperavam uma opção de armazenamento de 1 TB, a TrendForce diz que a Apple deve manter as mesmas capacidades de memória da linha do iPhone 12, portanto no máximo poderá ter 512Gb.

Em relação à fotografia, a Apple deverá atualizar todas as câmaras principais dos novos iPhone para incluir tecnologias de estabilização de imagem ótico. Para os modelos Pro, as suas câmeras estarão equipadas com lentes 6P (que é um upgrade em relação à geração anterior), mas também são capazes de funções de foco automático. Outra referência importante é que os scanners LiDAR estarão disponíveis apenas nos modelos Pro.

Espera-se que esses iPhones ofereçam suporte a 5G e sejam responsáveis ​​por cerca de 39% do volume total de produção anual da Apple em 2021. Embora seja lançado outro modelo Mini este ano, a Apple se concentrará no modelo regular e nas duas versões Pro.

Além disso, espera-se que a Apple se concentre em impulsionar as vendas dos três modelos não-mini da série do iPhone 13, visto que o iPhone 12 mini (que poderá já não estar em produção) sofreu desempenhos de vendas dececionantes em comparação com outros modelos da família do iPhone 12.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here