Inventor do computador ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu aos 81 anos

O nome pode não lhe ser familiar, mas certamente que o computador Spectrum é. Mesmo que não seja do seu tempo, como não é do meu, ouvimos falar muitas vezes de como o Spectrum revolucionou os computadores e os videojogos, significando uma grande inovação à época,  fosse para profissionais ou consumidores.

Mas a história de vida de Sinclair foi muito mais rica do que “apenas” o ZX Spectrum, já que as suas invenções foram muito inovadores, em alguns casos inovadoras demais para o tempo e que acabaram por se tornar um flop. No entanto o início de Sinclair na vida tecnologia começou por outras áreas, como jornalistas, antes de criar a própria empresa.

A história de Sinclair começou como jornalista de tecnologia, na Instrument Practice, no Reino Unido, onde amealhou dinheiro suficiente para criar a sua própria empresa, logo aos 21 anos, a Sinclair Radionnics, em 1961. Os primeiros produtos a serem lançados foram calculadoras de bolso, a Sinclair Executive em 1972, sendo que o objetivo que Sinclair tinha era o de produzir produtos de qualidade e acessíveis., sendo este o foco que levou a produzir computadores domésticos.

blank

O primeiro computador doméstico a ser lançado foi o ZX80, que logo na altura revolucionou o mercaod informático, já que custava 79,95 libras em peças e 99,95 libras montado, o que significava um quinto do preço dos computadores na altura. Esta primeira aposta vendeu 50 mil unidades, sendo que no segundo, o ZX81 vendeu 250 mil unidades e ainda custava um pouco menos, 69,95 libras. Também é importante referir que, tal como cá, a libra na altura tinha um valor diferente do que é atualmente.

Mas foi em 1982 que lançou o revolucionário ZX Spectrum 48K, que elevou a fasquia e que muitos apontam como o grande impulsionador dos videojogos. Mas não foi só de computadores a que Sinclair se dedicou, apesar de nunca mais ter tido o mesmo sucesso.

A sua empresa também produziu a TV80, uma mini televisão portátil de ecrã plano, que vendeu apenas 15 mil unidades. Em 1983, Sinclair fundou a Sinclair Vehicles e lançou a Sinclair C5, um veículo elétrico a bateria, que hoje podemos afirmar que serviu de base para alguns veículos elétricos. No entanto, também não teve sucesso, sendo que neste caso, claramente, a sua ideia era demasiado avançada para a altura.

Fonte: Wikipédia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here