Inteligência artificial teve a melhor Década de sempre

Red Magic 3S

É do conhecimento geral que a última década foi de grandes evoluções na área ao Inteligência Artificial, no entanto investigadores na área acreditam o ramo está prestes a entrar uma nova fase.

Os rumores a atenção à volta da IA tem vindo a aumentar ao mesmo tempo que as habilidades das tecnologias criadas tem vindo a ser re-avaliadas e exageradas. Os picos foram chamados de Verão de IA (IA Summer) e as partes baixas de invernos de IA (Winter AI). A década passada foi, sem sombra de dúvida o verão mais quente que a IA teve. Existiram records a ser constantemente batidos por empresas gigantes na área.

Yoshua Bengio, pioneiro na IA, frequentemente apelidado de padrinho da Inteligência Artificial comentou que as habilidades da IA aumentaram substancialmente na última década pois houve interesse por parte das empresas em que isso aconteça.

Existem sinais, no entanto, que o pico de evolução venha a abrandar no futuro. Esta ideia não é partilhada por todos na área, pois biliões foram investidos na área com o intuito de haverem novas invenções. Também se fala que, em vez de ser um inverno ou um verão de IA poderá ser um outono de IA.

Nesta última década foi afirmado que tecnologia equipada com AGI seria tão inteligente quanto os humanos. Criou-se a ideia que se resolvêssemos a inteligência podíamos então resolver o resto. Existiu muito aparato à volta da AGI, desde debates a livros publicados. Infelizmente a excitação à volta do tema foi morrendo ao longo que a década foi passando. No final da década os computadores mais inteligentes podiam apenas fazer algumas tarefas, não atingindo a meta de serem tão inteligentes quanto os humanos.

Chegou-se à conclusão que as técnicas actuais já deram o que tinham a dar e que uma grande inovação tem que existir nas técnicas para depois poder existir na IA. De momento a IA passou de uma tecnologia cheia de excitação para um tecnologia com um lado negro pelo que mudanças na área são necessárias. Temos também que abraçar a noção que IA trata-se uma uma investigação cientifica a longo termo e não a curto termo.

“We believe AI will be one of the most powerful enabling technologies ever created – a single invention that could unlock solutions to thousands of problems. The next decade will see renewed efforts to generalise the capabilities of AI systems to help achieve that potential – both building on methods that have already been successful and researching how to build general-purpose AI that can tackle a wide range of tasks.”

Vamos ver se os investigadores da área vão ser apanhados num inverno de IA ou se ficarão por um “outono”.

Fonte: BBC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here