Intel vende divisão de memórias

A Intel vendeu a sua divisão NAND à SK Hynix num negócio de cerca de 7 mil e 618 milhões de euros. Com a concretização deste negócio, a Sul Coreana SK Hynix fica com as licenças de memórias NAND da Intel, modelo de negócio, incluindo licenças e patentes já autorizado pelo Governo, e fábrica da Intel na China.

Bob Swan, atual CEO da Intel, informou que essa transação vai permitir que a empresa “priorize ainda mais os investimentos em tecnologia diferenciada”, e lembrou que as memórias Optane não entraram no acordo. O fabrico dessas memórias é feito pela Micron e não propriamente na empresa.

Este negócio, que decorrerá ao longo dos próximos dois anos, implicou um pagamento inicial de 7 mil milhões de dólares, e permitirá à Intel usufruir da fábrica chinesa durante os próximos 12 meses, bem como manter o nome Optane, que esteve nos últimos anos associado às suas soluções de armazenamento. Por outro lado, para a SK Hynix, este negócio permite diversificar o seu portfólio de negócio, ao reforçar a sua oferta em termos de soluções de armazenamento.

A despedida definitiva da Intel na produção está agendada para março de 2025.

Nos próximos 12 meses a SK Hynix ainda não terá grande intervenção. Este é o período calculado para finalizar os tramites legais da transação. Depois disso, o afastamento vai ocorrer pouco a pouco, durante quatro anos.

A Intel é líder em processadores há anos, ficando como quase única detentora do mercado. Com o crescente aumento da popularização da AMD a competitividade está, cada vez mais, a ficar aguerrida. Enquanto a empresa liderada por Lisa Su já envia opções de CPU em 7nm, a Intel ainda está atrasada na migração, perdendo mercado. Vender uma parte dos seus negócios tem por objetivo levar a Intel para o caminho de outras tecnologias.

Fonte: CNN

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here