Intel quer ser líder no automóvel conectado e investe 15 mil milhões na compra da MobilEye

A estratégia da Intel para o automóvel conectado assume apenas a posição de liderança. Apesar de hoje em dia circularem automóveis com um número de ligações muito elevado, ainda há um longo caminho a percorrer. A empresa, histórica fabricante de processadores, acaba de investir 15 mil milhões de dólares na compra da MobilEye para conseguir estar na frente do desenvolvimento e fabrico deste tipo de soluções.

Segundo os sites The Marker e Axios, o acordo entre a Intel e a MobilEye está fechado. O primeiro passo conjunto será a saída para a estrada de 40 automóveis autónomos da BMW num grande teste em solo europeu e americano antes do final do ano.

A MobilEye tornou-se famosa pela colaboração com o projeto de piloto automático da Tesla. O protocolo que a unia à Tesla foi rasgado depois de ter acontecido um acidente mortal com um dos automóveis elétricos.

A partir de agora a atividade da empresa de processadores Intel passa a ter vários campos de atuação muito além do fabrico de semicondutores e processadores, passando por áreas como Internet das Coisas, centros de dados, chips de memória e automóvel conectado e autónomo.

Fontes: The Marker | Axios

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here