Inspeções são obrigatórias para os motociclos a partir de Agosto

Os motociclos superiores a 250cc serão inspecionados quatro anos após a primeira matrícula

No próximo mês todos os motociclos passam a estar sujeitos a um sistema de inspeções periódicas equivalente ao dos automóveis. Desde a promulgação da lei que toda a informação relativa aos espaços que realizarão as inspeções, assim como os aspetos a analisar, foram tornados públicos.

A legislação publicada esta quarta-feira em “Diário da Republica”, e promulgada no passado dia 5 de julho pelo Presidente da Republica, visa o alargamento do sistema de inspeções periódicas obrigatórias, para os motociclos com mais de 250 cc. A obrigatoriedade entra em vigor em agosto, sendo o Instituto da Mobilidade e dos Transpostes Terrestres, IMTT,  a entidade responsável.

No que diz respeito aos aspetos a serem avaliados, o regime de dificiências usado para os automóveis será o mesmo os motociclos com cilindrada superior a 250cc. Serão ainda vistoriados os sistemas mecânicos e eletrónicos do veículo de duas rodas, assim como as emissões do motor.

O sistema de inspeção é obrigatório após quatro anos da primeira matrícula, sendo depois necessária a apresentação de dois em dois anos, até o motociclo completar oito anos. Posteriormente o motociclo será sujeito a apresentação anual no centro de inspeção.

Deixe o seu comentário