iMacs ganharam novas cores e uma maior elegância — Spring Loaded

Foi ontem que a Apple anunciou, no evento Spring Loaded, a introdução de diversas novidades à sua coleção de dispositivos. Entre eles, os novos iMacs que mudam tanto no exterior como no interior — desde o processador, o novo M1 desenvolvido pela Apple, ao design, que conta com novas cores e um aspeto mais requintado — tornando-os numa das maiores atrações da fabricante de Cupertino.

A particularidade desta nova série iMac é o facto de terem sido pensados para operar com o novo M1 da Apple, tal como os novos iPad Pro. Esta introdução segue um plano já antigo da marca norte-americana em depender o menos possível de terceiros para o desenvolvimento e produção dos seus próprios produtos, procurando de alguma forma, reproduzir aquilo que a Huawei tem feito nos últimos dois a três anos (face às restrições norte-americanas para com a fabricante chinesa).

O novo modelo trouxe as cores ao ecossistema de PCs fixos da marca, com diferentes tamanhos, face ao padrão de 21,5 polegadas. Recorrendo a cores em tons de pastel, a Apple optou por incluir tonalidades mais vibrantes, desde as frias às mais quentes, pelo menos, num total de sete cores.

Este iMac, ou diga-se, All-in-One vem com o famoso ecrã de 4.5K Retina de 24″ e com uma diminuição do tamanho da moldura, bem como, da espessura da traseira do equipamento — deixando de existir a curvatura característica — uma diminuição num total de, cerca de, 50 por cento face ao modelo anterior. De forma semelhante àquilo que aconteceu em outros dispositivos da marca, o novo iMac da Apple faz uso da “True Tone“, a tecnologia que ajusta a temperatura da cor, em tempo real.

Contudo, desengane-se se pensa que as alterações ficaram por aí, pois a Apple anunciou que fez alterações na câmara e no microfone de modo a melhorar a experiência em vídeo, isto numa altura em que a maioria de nós estuda ou trabalha a partir de casa. Segundo a marca, a reformulação da câmara passa pelo aumento da resolução de HD para Full-HD (1080p) e um aumento do tamanho do sensor — provavelmente, para uma maior entrada de luz — e, consecutivamente, conseguir um maior detalhe e fidelidade da imagem.

O novo M1 também desempenha um papel fundamental na captação de vídeo tendo, conforme o exposto, sido pensado para controlar a redução de ruído da imagem, a exposição e o balanço de brancos. O microfone (ou conjunto), no que lhe concerne, tem o objetivo de proporcionar uma maior entrada de áudio que incluí não apenas um, mas três microfones que se pretende que auxiliem o microfone principal na remoção do ruído de fundo, realçando a voz do orador. Finalmente, mas ainda em matéria de som, os altifalantes estão agora configurados em três unidades, um pequeno tweeter (para os agudos) e duas unidades para os baixos.

Em consequência do novo design e da nova reformulação interna dos iMac, concretiza-se agora uma verdadeira diminuição no consumo energético, um aumento de desempenho — graças ao abandono da arquitetura x86 da Intel e apostando na configuração big.LITTLE da ARM — mas, sobretudo, através de uma maior dissipação de calor, tornando-o mais durável e mais silencioso, visto que a temperatura é mais baixa (dentro do computador) e as ventoinhas são de menores dimensões.

Este iMac faz-se acompanhar de um novo cabo de alimentação que, para além da alimentação para o computador, consegue também conectá-lo à internet. O cabo de rede (ethernet) pode ser ligado diretamente à fonte de alimentação que encaminhará o sinal de rede através do cabo de alimentação. O modelo mais barato incluí duas portas Thunderbolt/USB-C, no entanto, se optar pela edição mais cara tem ainda acesso a mais duas portas USB-C (não Thunderbolt).

Adicionalmente, a Apple lançou também o conjunto de periféricos que acompanham os iMac da marca, nomeadamente, o rato (mouse), um trackpad e um teclado. Destacamos o teclado que agora, incluí um botão Touch ID para fazer o login no seu PC, sem ter de inserir Password ou PIN no seu Mac. Estes teclados vêm agora também na mesma configuração de cores anunciadas para os iMac.

O preço do novo iMac (24″) começa nos 1.299€ e incluí uma GPU de sete núcleos (para estudantes, o preço é de 1.249€) e já se encontra disponível para encomenda. A versão, cuja GPU tem oito núcleos começa a custar a partir de 1.499€ (ou 1.399€ para estudantes). O modelo básico tem 8 GB de RAM e 256 GB de SSD, podendo ser aumentado até aos 16 GB de RAM e 2 TB de armazenamento.

Parao Brasil ainda não há data, sendo que em termos de preos iniciam-se nos 17.599 reais e vai até aos 22.599 reais.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here