IFA 2018: Huawei anuncia Kirin 980, primeiro chip de 7nm do mundo

Seguindo o mesmo cronograma do ano passado, a Huawei anunciou durante a IFA 2018 seu novo chipset de alto desempenho: o Kirin 980, que deve fazer sua estréia na linha Mate 20 ainda este ano. Este é o primeiro chip de 7nm do mundo (fabricado pela conhecida TSMC), entregando mais desempenho e economia de energia se compararmos com o Kirin 970 ou outros chipsets de 10nm disponíveis no mercado.

Por dentro, o Kirin 980 possui oito núcleos, sendo dois Cortex-A76 para desempenho e mais dois Cortex-A76 “eficientes em termos de energia”. Embora a Huawei não tenha confirmado, acredita-se que estes dois últimos possuem clock menor e utilizam a tecnologia DynamIQ da ARM, formando um único núcleo no final.  Os outros quatro núcleos são Cortex-A55 de baixa potência.

A Huawei desenvolveu uma tecnologia chamada “Flex-Scheduling”, que “avisa” aos núcleos certos qual tarefa deve realizar, aumentando a eficiência. Infelizmente, a empresa não divulgou as velocidades de clock, apenas disse que elas são bem mais altas que as da geração anterior.

A GPU Mali-G76, anunciada em maio deste ano, fica responsável pelos gráficos, oferecendo mais desempenho e eficiência que a Mali-G72 inserida no Kirin 970. Segundo a Huawei, a nova GPU é mais eficiente que a geração passada em 46%, além de economizar incríveis 178% a mais de energia.

Também existe uma tecnologia que aumenta a velocidade do clock quando o sistema reconhece que um jogo está sendo executado, aumentando o desempenho. Em geral, o Kirin 980 consegue ser 37% melhor que o Kirin 970 presente no P20 e P20 Pro.

Mas e quando comparamos com o Snapdragon 845 da Qualcomm? A Huawei fez questão de destacar que o Kirin 980 é melhor que os chips de 10nm em 20%, além de ser mais eficiente em 40%, embora não tenha citado o processador mais potente da Qualcomm no momento. Portanto, o novo componente da Huawei, pelo menos em teoria, é melhor que o Snapdragon 845.

Vale lembrar que o Kirin 980 também é o primeiro com suporte a memória LPDDR4X de 2133 MHz. Ele traz dois chips dedicados a NPU – a fabricante o chama de “Dual-Brain Power”, podendo reconhecer até 4.500 imagens por minuto, cerca de 120% mais rápido que o chip NPU do Kirin 970. Outros recursos incluem modem Cat 21 LTE de 1,4 Gbps e velocidades de WiFi super rápidas de até 1.732 Mbps.

O ISP da própria Huawei foi aprimorado e agora está na quarta geração, entregando 46% mais eficiência na transferência de dados e melhorando o suporte a multiplicas câmeras. A empresa aplicou uma tecnologia de reprodução de cores HDR e redução de ruídos precisos. Como foi dito, o novo chipset Kirin 980 chegará primeiro na linha Mate 20 da Huawei. Teremos que aguardar para vermos como será o desempenho prático deste componente.

Fonte: GsmArena

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here