Ice Cream Sandwich com baixa percentagem de utilização

A versão 4.0 do Android está presente em 2,9 por cento dos smartphones com sistema operativo móvel da Google. A percentagem ainda é baixa mas os indicadores mostram um ligeira subida.

Em cada cem telemóveis, apenas três estarem equipados com o ICS é muito pouco, ainda para mais tendo em conta que existem milhões e milhões de Androids a serem utilizados. Ou seja, Ice Cream Sandwich, a melhor versão do sistema do robô verde, é bicho raro. Mas os números fracos do Android 4.0 são fáceis de perceber – maior parte das fabricantes ainda não lançou as suas actualizações, sendo que no caso da Sony a promessa é de que cheguem ainda durante o mês de Abril.

E esse é exactamente o problema do sistema operativo móvel da Google: a grande fragmentação em diversas versões e a fraca capacidade das empresas parceiras de acompanharem o ritmo de actualizações. A empresa de Mountain View não está livre de criticas neste capítulo, visto ter disponibilizado o ICS para o Nexus em Dezembro, interrompendo o update pouco depois por existirem imensas falhas. Já lá vão cinco meses de «gelado de bolacha» mas os utilizadores é que continuam com os seus telemóveis congelados – situação igualmente chata para os desenvolvedores que nem sabem para que plataforma programar.

Android Honeycomb (3.0) e Ice Cream Sandwich juntos apenas atingem uma quota de mercado androidiano de 6,2 por cento – mesma percentagem que o Eclair (2.1) e que foi lançado em Outubro de 2009. O pior ainda está para vir, pois dentro de poucos meses a Google irá lançar a nova versão do sistema operativo, o Jelly Bean. Quer isto dizer que enquanto muitos utilizadores ainda esperam pela versão 4.0, a 5.0 irá assombrar certamente os seus sonhos – e consequentemente fará aumentar a pressão nas fabricantes como a Samsung, LG e HTC que terão de acelerar as suas versões Ice Cream Sandwich, lançando-as possivelmente inacabadas e com bugs.. que precisarão de mais actualizações para ficarem resolvidos.

Mas os números mostram uma luz de esperança no fundo do túnel. No espaço de um mês a taxa de utilização do ICS nos smartphones mais do que duplicou, muito graças ao update para o Galaxy S II e para o HTC Sensation. Há um ano atrás, segundo relata o Engadget, a versão 2.3 do Android apenas registava um por cento de utilização em todos os smartphones com SO da Google, e no dia 2 de Março de 2012 era a versão mais usada, estando presente em 63,7 por cento dos dispositivos que acederam ao Google Play. A evolução do Gingerbread mostra que em poucos meses o Ice Cream Sandwich pode atingir fortes taxas de utilização, mas a gigante dos motores de busca não se safa de ter os utilizadores sempre a reclamar pelas actualizações.

As versões 1.5 e 1.6 do Android ainda rodam em alguns telemóveis mas os números apresentam pouca relevância, enquanto que a versão Froyo 2.2 é a segunda mais usada como 23,1 por cento. Espera-se que 2012 seja o ano do Ice Cream Sandwich e a chegada de novos telemóveis já com a versão 4.0 do Android instalada de origem deve fazer aumentar a percentagem de utilização nos resultados gerais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here