Huawei ultrapassa Samsung no mercado de smartphones

huawei-logo

A marca de smartphones android Huawei conseguiu, pela primeira vez, com um lucro de 2.4%, no terceiro trimestre de 2016, ultrapassar a Samsung e tornar-se assim, mais rentável que o colosso coreano mostrando-lhe o reverso da moeda.

De acordo com um relatório da empresa de pesquisa Strategy Analytics, o fiasco do Note 7 resultou na queda de lucros da Samsung que, até então ia bem lançada no mercado de smartphones android. Esta queda permitiu a três outros fabricantes de smartphones ultrapassar a até então invicta Samsung.

Como tem sido hábito, o topo da tabela de vendas no mercado de smartphones, em geral, pertence à Apple com um lucro de US $ 8,5 bilhões no terceiro trimestre, o que corresponde a 91% da participação total.

evento-huawei-mate-9-50Os restantes 9% do mercado são da Huawei, com um lucro de  US $ 200 milhões, numa participação de 2,4%, do fabricante chinês de smartphones Vivo com pouco menos de US $ 200 milhões  de lucro, numa participação de 2,2%, e ainda de mais um fabricante chinês de aparelhos de smartphones Oppo Electronics com pouco menos de US $ 200 M de lucro, também numa participação de 2,2% e, finalmente, todos os outros fabricantes de dispositivos OEM Android – incluindo a Samsung – que em conjunto têm uma participação de 2,2%.

“Huawei, Vivo e Oppo não só melhoraram as suas linhas de produtos smartphones este ano, mas também melhoraram as suas capacidades operacionais e mantiveram uma barreira forte na expansão dos custos de distribuição” disse Linda Sui, directora do Strategy Analytics.

huawei-nova-2É de salientar que, há cerca de dois anos atrás quase ninguém fora da China sabia quem eram a Vivo ou a Oppo, as empresas que pertencem ao bilionário Duan Yong Ping que, tem e sempre teve a estratégia de fazer chegar smartphones mais baratos aos consumidores chineses das zonas mais rurais onde, a obsessão com marcas de prestígio, como a Apple Samsung Galaxy, nem sequer existia como acontece em Pequim e Xangai.

Ao invés disso, a Vivo e a Oppo optaram por se concentrarem no mercado local recorrendo a lojas do grande retalho onde acontecem ¾ das vendas de smartphones na China. O que parece ter resultado bem uma vez que, nos últimos três anos, a quota de mercado do iPhone na China tem vindo a descer estando agora nos 7% pois um em cada três smartphones vendidos na china, no terceiro trimestre, pertencem a um dos fabricantes de Duan Yong Ping.

A Huawei também tem dado cartas neste âmbito, tendo alcançado, no segundo trimestre de 2016, o topo do mercado de smartphones na China. E em Fevereiro, declarou à CNBC que pretendia ultrapassar a Apple com o segundo melhor smartphone player até 2019 e repetir o feito com a Samsung até 2021.

Fonte: IBT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here