Huawei Mate 20 Pro: Primeiras Impressões (Com vídeo)

17 de Outubro de 2018
3 Partilhas 174 Visualizações
Passatempo BQ Aquaris X2

Foi no dia de ontem que a Huawei volta a surpreender o mercado e quando pensamos que já conseguimos ver tudo, há sempre algo para ver. Sempre que a fabricante chinesa lança um novo smartphones de topo, demonstra claramente qual é o objetivo da empresa e o Mate 20 Pro é isso mesmo, um ataque ao primeiro lugar.

O Huawei Mate 20 Pro vem mostrar do que melhor se faz no segmento mobile, logo o próprio preço do equipamento também dá um salto em relação aos antecessores, mas se olharmos para tudo o que oferece percebemos o porquê e, também, continua a um preço inferior dos concorrentes diretos. Se com os rumores já previa, ao conhecermos tudo de forma oficial, o Huawei Mate 20 Pro tem tudo para ser o melhor smartphone de 2018.

Características:

  • Ecrã OLED de 6,4 polegadas com resolução FullHD+
  • Kirin 980
  • 6GB/8GB de RAM
  • 128GB/256GB
  • Câmaras traseiras: Traseira: Leica Triple Camera: 40 MP f1.8 Wide Angle + 20 MP f2.2 Ultra Wide Angle + 8MP f2.4 Tele, autofocus
  • Câmara Frontal: 24MP, f2.0, 3D Depth sensing Camera
  • IP68
  • Bluetooth 5.0
  • Bateria: 4200mAh
  • Standby até 502.5h (2G), 555h (3G),499 (4G)
  • Conversação: até 41.5h(2G),30h (3G);39h (4G)
  • EMUI 9.0 baseado no Android 9.0 Pie

Primeiras impressões do Huawei Mate 20 Pro

O Huawei Mate 20 Pro vem para ser o melhor smartphone do mercado, tendo em conta toda a tecnologia que em si está inserida, mas apesar de já conhecermos quase tudo sobre os aspetos técnicos, durante o evento ainda fomos surpreendidos por alguns pormenores, com claro destaque para algumas funcionalidades do sensor 3D frontal. Mas já lá vamos.

O que equipamento impressiona e tivémos a sorte de conseguir logo a versão Twilight, a mais disrupta das versões lançadas e que se destaca de toda a concorrência, no mesmo sentido que a Huawei tinha feito com o Huawie P20, com variações de cor na área traseira. Vamos então passar para os aspetos principais destas primeiras impressões.

Design:

Mais uma vez, a Huawei não fica nada atrás em termos de design em relação aos concorrentes e não há quaisquer dúvidas que é um design de excelente, com uma qualidade premium como se justifica.

Se tivermos o equipamento com o ecrã para cima, não há como não o comparar à Samsung, já que foram a primeira fabricante a lançar equipamentos com ecrãs edge, apesar de em outras versões Premium a Huawei também já tenha ido nesse sentido. Mas isso é como associarmos as câmaras duplas traseiras à Huawei por ter sido a primeira fabricante a ir por esse caminho, o que não quer dizer que não possamos ver este tipo de inovações em outros equipamentos.

É que o edge dá um efeito de ecrã maior e sem margens, já que apesar de as margens serem cada vez mais pequenas, neste equipamento parece que quase não as tem. Neste equipamento, com a ajuda do notch que está maior devido aos sensores de reconhecimento facial 3D que estão presentes neste equipamento, com uma ocupação de ecrã na área frontal que impressiona e se aproxima do All Screen que tanto queremos.

A nossa versão é a Twilight e é quando vemos a área traseira que percebemos que este equipamento nada tem a ver com a Samsung. Um equipamento com acabamentos em vidro, mas com característica própria, já que a Huawei foi a primeira a lançar equipamento com duas cores na área traseira e que com luz oferece uns efeitos incríveis, ainda com mais do que as duas cores que vemos claramente.

Aliás, para sermos específicos, isto é mais um “gradient” do preto ao azul/lilas e que, desta forma, temos diversas cores distintas em toda a área traseira que com luz oferece um efeito único e incrível. É um equipamento mesmo impressionante no design. E isso nota-se mesmo nas laterais do equipamentos.

Sim, na área lateral também este “gradient” igual à área traseira que, como é metálico, não oferece os mesmo efeitos, mas encaixa perfeitamente no design do equipamento. Há ainda um ponto interessante, o botão de Ligar/desligar é vermelho, que é um efeito de contraste muito bom.

Depois, na área traseira é onde temos as câmaras que continuam a situar-se no mesmo sítio que a gama Mate nos tem vindo a habituar, mas vez de colocarem em linha, “criaram” um quadrado onde além dos três sensores também contam um flash. Infelizmente, tal como tem vindo a acontecer, continuamos a ter uma saliência na área das câmaras, algo que nunca me agrada, apesar de com a utilização de uma capa (praticamente obrigatória) este “problema” desaparece.

Então e as Tecnologias inovadores? Incríveis!

Há diversas novidades, sendo a primeira e que mais se destaca por ser uma das mais aguardadas, é o sensor de impressões digitais embutido no ecrã. A Huawei foi uma das primeiras fabricantes a lançar um equipamento com esta tecnologia, mas como o equipamento era uma versão Premium e cara, o Porsche Design, acabou por passar um pouco ao lado, sendo que o grande destaque foi para a Vivo e a Oppo, com os seus mais recentes topos de gama que além deste sensor, também oferecem um ecrã quase total na área frontal.

No entanto, estes equipamentos, como tantos outros e o próprio Huawei Mate RS, continham esta tecnologia mas são equipamentos difíceis de comprar, devido a reduzida produção. Desta forma, o Mate 20 Pro acaba por se tornar o primeiro equipamento com esta tecnologia de sensor biométrico embutido no ecrã que o coloca, verdadeiramente, disponível e à venda em todo o Mundo (ou quase todo).

Como seria de esperar, o sensor biométrico não é tão rápido como os sensores de impressões digitais que estamos habituados, até porque a própria tecnologia ainda está numa fase inicial, mas é uma inovação de destaque em qualquer equipamento.

Outra coisa que impressiona é o sensor frontal 3D de reconhecimento. Como já acontecia com o iPhone, agora conseguimos desbloquear o smartphone mesmo que usemos óculos ou mesmo outros acessórios mais intrusivos, o smartphone consegue reconhecer a nossa face e desbloquear o equipamento através desta leitura. Mas a Huawei foi mais longe e colocou a possibilidade de criarmos realidade aumentada com este equipamento.

Durante a apresentação, a Huawei utilizou um peluche Panda para criar o peluche em 3D e depois colocá-lo na realidade aumentada. Terminou a acenar para a fotografia ao lado do CEO da área do consumo, Richard Yu. Bastante impressionante.

O Huawei Mate 20 Pro é o melhor de 2018?

Ainda é cedo para afirmar-mos isso, no entanto o Huawei Mate 20 Pro tem tudo para ser um sucesso e ser, mesmo, o melhor smartphone do ano. Basta olharmos para as inovações tecnológicas que o equipamento tem para ficarmos logo a pensarmos nesta possibilidade.

O preço pode ser um handicap, principalmente para Portugal onde o ordenado mínimo só irá ultrapassar os 600€ para o ano, mas quando o comparamos com os concorrentes diretos e os preços dos respetivos equipamentos, rapidamente percebemos que o Mate 20 Pro tem muitas inovações superiores, mas apesar de alto, ainda tem um preço um pouco inferior.

Artigos interessantes

Android 9.0 Pie chega ao LG G7 One
LG
28 Visualizações
LG
28 Visualizações

Android 9.0 Pie chega ao LG G7 One

Wagner Pedro - 20 de Novembro de 2018

O primeiro smartphone da LG a receber o novo Android Pie é G7 One, aparelho que, como o próprio nome…

Galaxy Note 10 pode ser lançado com tela maior que a do iPhone Xs Max
Samsung
34 Visualizações
Samsung
34 Visualizações

Galaxy Note 10 pode ser lançado com tela maior que a do iPhone Xs Max

Wagner Pedro - 20 de Novembro de 2018

Há algum tempo, surgiram rumores que a linha Galaxy Note seria unificada à Galaxy S, no entanto, informações recentes apontam…

Partiu o vidro do seu iPhone? Procure um especialista na iLoja
Sites
31 Visualizações
Sites
31 Visualizações

Partiu o vidro do seu iPhone? Procure um especialista na iLoja

Bruno Peralta - 20 de Novembro de 2018

Quem nunca deixou cair o smartphone? Certamente que já lhe aconteceu demasiadas vezes, mas grande parte das vezes apenas fica…

Comente

O seu email não será publico