Huawei lidera ranking de wearables de pulso no terceiro trimestre de 2021

A Huawei alcançou o primeiro lugar no ranking global de wearables de pulso, no terceiro trimestre de 2021, refere o relatório Quarterly Wearable Device Tracker Worldwide, da consultora International Data Corporation (IDC) referente ao terceiro trimestre de 2021. Esta é a segunda vez que a Huawei alcança a primeira posição no segmento de wearables de pulso, uma vez que, no segundo trimestre de 2020 a marca tinha conseguido ultrapassar a concorrência.

A consultora explica que a Huawei liderou o terceiro trimestre de 2021 no segmento de wearables de pulso empatando com a concorrente Apple.

Ao longo de 2021, a Huawei apostou forte neste segmento tendo reforçado as gamas com novos modelos de wearables de pulso. O terceiro trimestre de 2021 ficou marcado pela chegada ao mercado do terceiro smartwatch da Huawei nas suas versões Huawei Watch 3 e Watch 3 Pro, mas as novidades não terminaram aqui. Já em Outubro, a Huawei realizou um evento onde apresentou as duas novas versões da Huawei Watch Fit Series – , o Watch Fit new e o Watch Fit mini – e ainda o update da já consagrada Huawei Watch GT Series, com o lançamento do Huawei Watch GT 3 que chegou a Portugal em 6 versões diferentes de 42mm e 46mm.

Jitesh Ubrani, diretor de investigação da IDC Mobility and Consumer Device Trackers, afirma que “o número de relógios vendidos por menos de 100 dólares é agora igual ao das pulseiras inteligentes, que no passado dominaram esta faixa de preços. O crescimento entre as marcas indianas e chinesas tem liderado o segmento dos relógios de gama baixa, embora a Apple, Huawei e Samsung mantenham uma posição de destaque na gama alta”.

“Atualmente, os fabricantes têm consciência de que os dispositivos tradicionais independentes já não satisfazem as necessidades dos consumidores, por isso, o investimento em relógios inteligentes de gama alta com um hardware poderoso, serviços valiosos e um ecossistema que envolve terceiros é abrangente”, conclui Jitesh Ubrani.

Os relógios inteligentes da Huawei conseguiram trazer ao consumidor exatamente o que estes procuravam: monitorização de dados através de hardware, serviços valiosos através de software, e enriquecimento e desenvolvimento contínuo de um ecossistema de aplicações de terceiros com base no HarmonyOS, que oferece uma nova experiência futurista de gestão da saúde digital.

“Este segmento de produtos segue a estratégia da Huawei que assenta em desenvolver produtos premium de alta qualidade, e ajudou a Huawei a construir a sua reputação e a ter a confiança dos consumidores nos seus produtos. Na Huawei continuamos a utilizar as mais recentes inovações tecnológicas para trazer produtos e serviços que oferecem a monitorização digital da saúde aos utilizadores, ao mesmo tempo que expandimos, continuamente, as características de saúde e fitness que um wearables de pulso pode disponibilizar”, refere Ana Lorena, Head of Marketing da Huawei Consumer Business Portugal.

Oferta de produtos completos para todos os utilizadores

2021 é um ano muito marcante para os wearables da Huawei. Após quatro anos, a Huawei Watch Series regressa com o sistema operativo HarmonyOS 2, demonstrando uma interação inteligente, independente, e com conectividade a todos os cenários, criando assim um dispositivo inteligente no pulso para dar aos consumidores uma experiência de vida enriquecida.

A clássica Huawei Watch GT Series, popular entre os consumidores de todo o mundo, anunciou a sua terceira geração em Novembro passado, com uma nova atualização do software e hardware. O objetivo da Huawei é criar uma experiência mais profissional de gestão de saúde e fitness para os consumidores.

A nova Huawei Band 6, com visor AMOLED FullView, lidera a tendência da moda no segmento de bandas inteligentes. Com os 96 modos de treino, monitorização do ritmo cardíaco e SpO2, e um design destinto, os utilizadores podem desfrutar de uma excelente experiência de monitorização dos principais parâmetros de saúde durante todo o dia.

Em Novembro, a Huawei anunciou a chegada a Portugal, do mais recente elemento da Huawei Watch Fit Series, o Huawei Watch Fit mini, que herda as características da família de wearables da Huawei como a longa duração da bateria e o carregamento rápido, a monitorização dos níveis de saúde durante todo o dia e funcionalidades abrangentes de fitness.

De smartwatch a smart bands, de relógios clássicos de saúde e fitness a bandas elegantes pensadas para o mercado feminino, os utilizadores de diferentes idades e com diferentes necessidades podem encontrar o dispositivo que procuram e que mais se encaixa ao seu estilo de vida na família Huawei wearable.

Aposta na investigação e desenvolvimento para construir uma base sólida nos wearables Huawei

De acordo com o desempenho do mercado e ofertas de produtos ao longo deste ano, a Huawei estabeleceu-se como uma das marcas de topo de gama no mercado dos wearables. Um marco que só foi possível porque ao longo dos anos, a Huawei fez progressos sólidos na investigação sobre as características de saúde e fitness dos wearables inteligentes. Em 2016, a Huawei lançou a tecnologia de monitorização do ritmo cardíaco – Huawei TruSeenTM – para oferecer uma monitorização dinâmica do ritmo cardíaco, no âmbito das várias atividades ao longo do dia.

No ano seguinte, apresentou a tecnologia de monitorização do sono Huawei TruSleep que permite não só analisar a qualidade do sono do utilizador como é capaz de dar dicas de como atingir melhores resultados e ter uma noite mais descansada.

Já em 2019, a Huawei lançou nos seus relógios a monitorização contínua de SpO2, que permite detetar a saturação de oxigénio no sangue durante diversas situações de esforço e descobrir os potenciais riscos em casos de condições físicas agressivas. Em 2020, os dispositivos Huawei foram utilizados a nível médico, com monitorização aprofundada de ECG, bem como na investigação da saúde cardíaca. Este ano, a novidade foi a possibilidade dos seus werabales de pulso monitorizarem a temperatura corporal.

Porém, atrás de tantas inovações, está um investimento contínuo em Investigação e Desenvolvimento (I&D). Anualmente, a Huawei investe mais de 10% das suas receitas de vendas em I&D, o motor inesgotável para o desenvolvimento a longo prazo dos produtos Huawei. Globalmente, a Huawei tem mais de dez centros de I&D dedicados a este tipo de produtos, construindo uma plataforma de investigação abrangente para a saúde e fitness, procurando sempre responder às necessidades apresentadas pelos seus consumidores.

Em 2016, a Huawei criou o Laboratório de Saúde Huawei, em Shenzhen (China), para realizar testes e investigação sobre produtos e tecnologias. Em 2020, a Huawei abriu o Laboratório de Saúde Huawei (Xi’an) ao público, pela primeira vez, para mostrar a inovação e aplicação da tecnologia de saúde e fitness nos seus dispositivos. Em 2021, o maior Laboratório de Saúde Huawei (Songshan Lake) foi reformulado para disponibilizar uma plataforma de inovação tecnológica de classe mundial para a indústria da saúde e fitness em torno da investigação de produtos, testes e certificação. De acordo com a Huawei, o investimento global do laboratório excede os 200 milhões de yuan.

A completar o hardware, a Huawei conta com a sua própria aplicação Huawei Saúde, um software que conta com uma série de características capazes de acrescentar valor ao nosso dia, tais como a monitorização de treinos, avaliação de sono e dicas para melhor o descanso, monitorização do ciclo menstrual, entre outras.

A Huawei acredita que com o rápido desenvolvimento da tecnologia e inovação, cada pequeno avanço nas características de saúde e fitness pode ser transmitido aos consumidores através de um produto, aumentando assim o seu valor em inúmeras vezes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui