Huawei encontra alternativa à Google com Tom Tom

Red Magic 3S

A Huawei e a TomTom chegaram a acordo para a empresa chinesa providenciar aos seus clientes acesso a mapas. A notícia está no SlashGear. O acordo deve resultar numa nova app de navegação mas, por enquanto, a Huawei ainda não partilhou detalhes.

Em 2019 a empresa chinesa perdeu acesso aos serviços online da Google, entre eles a app de navegação, o que efetivamente a impede de integrar nos seus smartphones apps como o Google Maps. Em setembro do ano passado, a Huawei anunciou o novo Mate 30, o primeiro smartphone lançado após o bloqueio, com uma versão básica do Android mas sem acesso aos serviços Google Mobile Services.

Em causa está o facto de a Huawei ter sido impedida pelos Estados Unidos de fazer negócios com empresas norte-americanas. A solução passou, assim, por procurar novos parceiros fora dos Estados Unidos e, desta forma, a Huawei decidiu recorrer à holandesa TomTom, empresa de sistemas de navegação. Para já, ambas as empresas não avançam com mais pormenores acerca da parceira.

A Huawei tem feito um esforço para encontrar parceiros que substituam as apps e serviços do Google Play, que incluem não apenas a Pesquisa, o Gmail ou o Chrome, mas também os principais componentes, como a segurança do Play Protect. Para março está previsto o anúncio de mais novidades.

Embora os Estados Unidos e a China tenham assinado mais recentemente a primeira fase de um acordo de “tréguas comerciais”, o bloqueio imposto à Huawei e às restantes empresas tecnológicas presentes na “lista negra” do governo de Donald Trump ficou fora do mesmo.

No final de 2019, um ano particularmente conturbado para a Huawei, a fabricante revelou que se estava a preparar para um 2020 ainda mais desafiante. Recorde-se que é já a 16 de fevereiro que que termina a suspensão do bloqueio económico, fixando uma data para a aplicação efetiva de novas sanções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here