HMD Global revela que vendeu 70 milhões de smartphones Nokia em dois anos

Dois anos atrás, a HMD Global assumia o comando da divisão móvel da Nokia, em uma tentativa de ressurgir à marca no mercado de smartphones. Em dezembro de 2016, a empresa anunciou o Nokia 150 e 150 Dual, tendo apresentado o Nokia 6 em janeiro de 2017 como seu primeiro dispositivo com Android – e a recepção foi excelente.

A HMD Global também apelou para a nostalgia quando reintroduziu o Nokia 3310 com novo design. Desde então, os smartphones Nokia se tornaram bastante populares, não é a toa que a companhia entrou na lista das cinco principais marcas da Europa. No evento de lançamento do Nokia 8.1 em Dubai, a empresa revelou alguns números obtidos nos últimos dois anos.

Nokia 8

Durante esse período, a HMD Global conseguiu vender 70 milhões de smartphones, algo que, sem dúvida, é uma grande conquista, pois mostra que a companhia tomou decisões corretas para reviver a marca finlandesa. Estima-se que 56 milhões de unidades foram vendidas para homens com mais de 35 anos que já conheciam a Nokia.

A empresa também revelou que seus aparelhos mais baratos são sua principal fonte de lucro (o que já era de se esperar), e admitiu que os modelos top de linha obtiveram um desempenho significativamente inferior. De qualquer forma, fica claro que a HMD Global vem conseguindo reviver a marca Nokia em todo o mundo, mantendo a confiança dos clientes mais “nostálgicos” e conquistando novos consumidores diariamente.

O lançamento mais recente da empresa é o Nokia 8.1, que é a versão global do Nokia X7 vendido na China. Para quem não conhece, ele possui uma tela LCD de 6,18″ com resolução de 2246×1080 pixels, 86,5% de relação tela-corpo, aspecto 18,7:9, gama de cores DCI-P3, HDR e 500 nits de brilho.

Por dentro, temos o processador Snapdragon 710 octa-core de 2,2 GHz, aliado a 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno – expansível via microSD. No departamento de câmeras, existem dois sensores na traseira, sendo o principal Sony IMX363 de 12MP e o secundário de 13MP – há suporte para estabilização óptica de imagem, foco PDAF e detecção de cena auxiliado por IA.

O entalhe abriga a câmera frontal de 20MP com recursos de IA, como embelezamento avançado, modo retrato e iluminação de estúdio. Para manter o Nokia 8.1 ligado, a HMD Global inseriu uma bateria de 3.500 mAh com tecnologia de carregamento rápido “Quick Charge 3.0” de 18W. Em software, o Android 9.0 Pie vem instalado de fábrica como parte do programa Android One.

Fonte: GizMoChina

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here