HMD Global revela que vendeu 70 milhões de smartphones Nokia em dois anos

Dois anos atrás, a HMD Global assumia o comando da divisão móvel da Nokia, em uma tentativa de ressurgir à marca no mercado de smartphones. Em dezembro de 2016, a empresa anunciou o Nokia 150 e 150 Dual, tendo apresentado o Nokia 6 em janeiro de 2017 como seu primeiro dispositivo com Android – e a recepção foi excelente.

A HMD Global também apelou para a nostalgia quando reintroduziu o Nokia 3310 com novo design. Desde então, os smartphones Nokia se tornaram bastante populares, não é a toa que a companhia entrou na lista das cinco principais marcas da Europa. No evento de lançamento do Nokia 8.1 em Dubai, a empresa revelou alguns números obtidos nos últimos dois anos.

Nokia 8

Durante esse período, a HMD Global conseguiu vender 70 milhões de smartphones, algo que, sem dúvida, é uma grande conquista, pois mostra que a companhia tomou decisões corretas para reviver a marca finlandesa. Estima-se que 56 milhões de unidades foram vendidas para homens com mais de 35 anos que já conheciam a Nokia.

A empresa também revelou que seus aparelhos mais baratos são sua principal fonte de lucro (o que já era de se esperar), e admitiu que os modelos top de linha obtiveram um desempenho significativamente inferior. De qualquer forma, fica claro que a HMD Global vem conseguindo reviver a marca Nokia em todo o mundo, mantendo a confiança dos clientes mais “nostálgicos” e conquistando novos consumidores diariamente.

O lançamento mais recente da empresa é o Nokia 8.1, que é a versão global do Nokia X7 vendido na China. Para quem não conhece, ele possui uma tela LCD de 6,18″ com resolução de 2246×1080 pixels, 86,5% de relação tela-corpo, aspecto 18,7:9, gama de cores DCI-P3, HDR e 500 nits de brilho.

Por dentro, temos o processador Snapdragon 710 octa-core de 2,2 GHz, aliado a 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno – expansível via microSD. No departamento de câmeras, existem dois sensores na traseira, sendo o principal Sony IMX363 de 12MP e o secundário de 13MP – há suporte para estabilização óptica de imagem, foco PDAF e detecção de cena auxiliado por IA.

O entalhe abriga a câmera frontal de 20MP com recursos de IA, como embelezamento avançado, modo retrato e iluminação de estúdio. Para manter o Nokia 8.1 ligado, a HMD Global inseriu uma bateria de 3.500 mAh com tecnologia de carregamento rápido “Quick Charge 3.0” de 18W. Em software, o Android 9.0 Pie vem instalado de fábrica como parte do programa Android One.

Fonte: GizMoChina

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here