Hacker ataca perfil de Colin Powell e acusa Bush de pertencer ao Klu Klux Klan

Os piratas informáticos continuam a fazer vítimas e, desta vez, o alvo foi Colin Powell, antigo secretário de Estado norte-americano. O hacker atacou o perfil do Facebook do político que fez parte do governo de George W. Bush.

E foi exatamente o antigo presidente dos Estados Unidos da América o tema dos comentários deixados pelo pirata informático. Isto depois de, recentemente, o e-mail de Bush ter sido atacado, revelando fotografias e outras imagens privadas que se encontravam nas mensagens.

Os comentários publicados no perfil de Powell acusavam Bush de pertencer ao Klu Klux Klan, grupo de fundo racista e que luta pela segregação racial e supremacia branca, e de ser uma “marioneta dos Illuminati”, à semelhança dos restantes membros da sua família.

Era possível ler mensagens que diziam algo como “Vais arder no inferno, Bush!” ou “Matem todos os Illuminati e o mundo vai ser livre!”.

De acordo com o site TGDaily.com, as fotografias publicadas não deixaram grandes dúvidas: provavelmente, o hacker responsável terá sido Guccifer, o mesmo que violou o e-mail de George W. Bush. Aliás, numa entrevista, o pirata informático assegurou ainda ter atacado os e-mails de outros membros da família Bush e até de amigos próximos.

Os comentários e as imagens foram removidos do perfil de Colin Powell, que pediu desculpa pelos “comentários obscenos e estúpidos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here