Há novos dados sobre o carro autónomo da Apple

Não é a primeira vez que se ouve falar do assunto, mas há agora novos – e mais concretos – dados relacionados com o projecto da Apple para a criação do seu carro autónomo. A informação não partiu da própria empresa mas sim de dois cientistas envolvidos no desenvolvimento de sensores usados pela companhia sedeada em Cupertino.

Yin Zhou e Oncel Tuzel assinam um paper onde abordam os resultados da avaliação de um sistema capaz de identificar ciclistas e peões e que utiliza menos sensores do que tem sido usual até agora. Na publicação, Zhou e Tuzel propuseram uma nova abordagem para software que designaram de “VoxelNet”, que ajuda computadores a detectar objectos tridimensionais.

Segundo a CNN, a Apple não comenta estes dados. Os veículos autónomos usam uma combinação de câmaras e sensores que repassam informações para um sistema central, que toma as decisões de seguir em frente ou travar, por exemplo. Com frequência, o sistema combina câmaras bidimensionais (que fazem a leitura dos objetos e leituras de profundidade, ou seja, a que distância se encontram) com os sensores, que detectam as formas do que está ao redor do carro.

Um dos problemas detectados é que a baixa resolução das câmaras torna mais difícil ao sistema discernir objetos pequenos ou distantes, sem a ajuda de uma leitura convencional – que fornece ao sistema a informação para que o algoritmo decida se deve parar ou continuar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here