Há instituições portuguesas que vão ajudar a ESA a detetar plásticos no mar a partir do Espaço

O lixo no mar é um flagelo. Nos últimos anos vários alertas têm acontecido nesse sentido e por mais que algumas pessoas sigam a iniciativa de Xico Gaivota, estas boas ações não chegam para remediar o mal que já está instalado bem nas profundezas.

A preocupação estende-se a nível mundial mas faltavam iniciativas capazes de responder a tão grave problema. Agora a ESA – Agência Espacial Europeia que já vinha a trabalhar em metodologias óticas capazes de detetar lixo no mar anunciou que assinou um contrato para validar e desenvolver uma tecnologia para futura utilização em satélites de monitorização.

Há instituições portuguesas que vão ajudar a ESA a detetar plásticos no mar a partir do Espaço. Uma delas é o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores (INESC TEC) que ao abrigo do projeto XFLEX HYDRO assinou já um contrato com o Programa Tecnológico de Apoio Geral da ESA.

Esta parceria vai centrar-se no teste de tecnologias de perceção sensorial capazes de detetar plásticos no mar, em zonas mais costeiras e focando-se em águas pouco profundas.

Os testes vão decorrer entre maio e junho deste ano, através de aviões tripulados e drones. Estes testes vão acontecer ao largo do Faial, na Ilha dos Açores.  Estes testes vão consistir em medições com sensores hiper-espectrais para detetarem de forma remota lixo no mar. Este é o primeiro objetivo. Numa fase posterior, o objetivo irá passar por “avaliar a capacidade de identificar os diferentes tipos de plásticos com base nas suas assinaturas espectrais”, de acordo com o investigador e docente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, Eduardo Silva.

O objetivo último é a resolver o problema mundial da poluição dos oceanos devido ao plástico.

Este projeto integra o IMAR/ Centro Okeanos da Universidade dos Açores e o AIR Centre e tem o apoio do Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia.

Fonte: Tek

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here