Grande rede social pode ter tentado comprar ClubHouse

O ClubHouse é a rede social do momento e tem estado em grande foco nos últimos tempos, com um grande aumento de interesse por parte dos utilizadores, não só pelo seu formato exclusivo em diversas maneiras, mas também por ser diferente.

Para começar, o ClubHouse é uma rede social que funciona, apenas, através de áudio e um fator a funcionar muito bem na ajuda ao impulso da rede social: a exclusividade. Por agora ainda só está disponível para iOS e também apenas é possível aceder por convite, que são limitados por utilizador.

A rede social já estava em crescimento, mas a entrada do CEO da Tesla num podcast e a referência do mesmo no Twitter veio ajudar, ainda mais, ao impulso e procura sobre esta nova rede social, tanto que os vários concorrentes neste segmento já procuram soluções nesta área. Mas, tal como costuma acontecer, já houve uma grande rede social em negociações para a aquisição do ClubHouse por valores a rondar os quatro mil milhões de dólares.

O Twitter conversou com o Clubhouse sobre uma possível aquisição da plataforma de rede de áudio ao vivo, com um valor de negócio em torno de US$ 4 bilhões, de acordo com a agência Bloomberg.

Embora as negociações tenham ocorrido nos últimos meses, elas já estarão suspensa, apesar de o motivo para que isso tenha acontecido não seja conhecido. Também vale a pena notar que há poucos dias, a Bloomberg indicou que o Clubhouse estava a tentar iniciar uma nova ronda de financiamento numa avaliação de cerca de 4 bilhões de dólares.

Esta recente informação da Bloomberg aponta para que o fracasso do negócio entre ambas as empresa levou a que o ClubHouse tenha tido necessidade de procurar outra forma de investimento e, por isso, as negociações de compra por parte do Twitter ocorreram antes deste inicio de procura de financiamento.

O Twitter tem seu próprio produto semelhante ao Clubhouse – Spaces, uma funcionalidade de chat com áudio que vem sendo lançado gradualmente para alguns utilizadores nos últimos meses e parece ser uma das respostas das redes sociais às novidades nesta área. Isto já é usual, como podemos ver o Reels ou similar no Facebook e Instagram, em resposta ao Tiktok.

Já o Clubhouse acaba de lançar o primeiro dos seus esforços de monetização, o Clubhouse Payments, que permite aos utilizadores enviar pagamentos diretos a outros criadores da plataforma, desde que esse utilizador permite receber esses pagamentos, sendo que a curiosidade é que, por seu lado, o ClubHouse não vai receber nada, pois não cobra qualquer comissão.

A única comissão cobrada é feito pelo Stripe, o provedor de pagamento escolhido pelo ClubHouse, mas de resto o utilizador vai receber o valor completo. Portanto, podemos afirmar que é uma medida de monetização “estranha”.

Além disso, independentemente de esta informação ser ou não verdadeira, a verdade é que é conhecida na altura perfeita, já que é conhecida publicamente pouco tempo antes de se iniciar a procura de novos investimentos por parte do ClubHouse.

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here