Governo iraniano cria “Hamdam” para ajudar a encontrar casamento

Foi lançada pelas autoridades iranianas uma aplicação de encontros e namoro para ajudar os jovens do país a encontrar alguém.

A app “Hamdam”, que significa “Companheiro” é um novo serviço online que ajuda a “procurar e encontrar marido ou esposa” para “casamentos duradouros e informados”.

Segundo o chefe de polícia responsável pela segurança no ciberespaço, o coronel Ali-Mohammad Rajabi, esta é a única plataforma de encontros aprovada pelo Estado, sendo todas as outras ilegais no país. A famosa aplicação americana Tinder, por exemplo, é bastante popular no Irão, mas na Hamdam os pais e restantes membros da família com poder decisor são envolvidos logo nos primeiros passos do processo.

Hamdam

Além disso, segundo a notícia, o Hamdam utiliza “inteligência artificial” para combinar “apenas pessoas solteiras em busca de casamento permanente”. A aplicação permite verificar a identidade dos utilizadores, que devem passar por um “teste psicológico” antes de poderem aceder a dados e fotografias de outros utilizadores.

É depois deste teste que, em caso de os dois perfis serem compatíveis, o Hamdam “coloca as famílias em contacto”, na presença de consultores que têm por missão fazer o acompanhamento dos jovens que pretendam casar durante quatro anos.

Um dos promotores da plataforma – cujo registo é gratuito – disse que “a família é o alvo dos ataques do Diabo” e o Hamdam chegou para “ajudar a fundar famílias saudáveis”.

As autoridades iranianas, incluindo o líder supremo Ali Khamenei, têm alertado para o facto de os jovens casarem cada vez mais tarde e de haver menos nascimentos. Em março, o Parlamento, onde os conservadores detêm a maioria desde 2020, aprovou mesmo uma lei sobre “rejuvenescimento da população e o apoio à família”.

Quando aplicada, esta lei prevê a criação de incentivos que aumentem o interesse pelo casamento e que motivem as famílias a ter mais de dois filhos, além de restringir o acesso ao aborto.

Fonte: Guardian

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here