Governo chinês elimina e censura webcomic com mais do que 10 milhões de seguidores

A China baniu um dos webcomics mais populares do país. O site foi retirado da internet por ter feito uma piada com um herói comunista. Sob a alçada de uma lei passada a 1 de Maio no Congresso chinês para proteger os “heróis e mártires”, o conteúdo do site foi considerado ofensivo e eliminado.

O webcomic chamava-se Baozou e tinha mais do que 10 milhões de seguidores na rede social chinesa Weibo, assim como 245,000 subscritores no Youtube. Estes webcomics são tão populares que o 7723 está a ser transformado num filme pela Netflix, sob o nome Next Gen. Será um filme de animação produzido e lançado pela empresa de streaming americana.

O vídeo é de 2014

Baozou irritou os censores em 2014 devido a um vídeo em que é feita uma piada que se refere a Dong Cunrui, um soldado comunista que se suicidou durante a guerra civil chinesa para destruir um bunker nacionalista. O vídeo mostra uma pessoa com uma máscara de “rage face” a gozar com este soldado.

O vídeo foi novamente colocado online por um agregador de notícias chamado Jinri Toutiao.

Governo chinês exige às empresas digitais que apliquem a legislação

Os reguladores do governo chinês anunciaram na quinta-feira à noite que “convocaram os executivos de diversas companhias” ligadas à internet e que “pediram” que aplicassem as regulações do cyberespaço de forma estrita. A Weibo respondeu dizendo que eliminou 16 contas, incluindo a do Baozou, devido a demonstrações de desrespeito por heróis comunistas.

Não foi apenas esta página a ser eliminada

Para além do Baozou, também o agregador de notícias Jinri Toutiao foi visado pela censura chinesa, assim como a plataforma de vídeos Youku.

O CEO da Baozou acabou mesmo por pedir desculpas na própria noite. Referiu que a companhia se encontra bastante “agradecida” pelas críticas dos fãs e de outros medias, que sabem que existem “deficiências” na forma como a empresa se conduziu e que podem fazer “melhor” no futuro.

Fonte: The Verge

Veja também...

Deixe um comentário

avatar
  Subscrever  
Notificar de